Surf no RioCom o objetivo de estimular a prática de esportes aquáticos no Rio, encaminhei sugestão à prefeitura, por intermédio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, de instalação de galpões do tipo guarderia, onde praticantes de esportes como surf, windsurf, stand up paddle e similares possam guardar suas pranchas.

Milhares de pessoas praticam esportes na orla, do Leme ao Recreio dos Bandeirantes, mas muitas têm dificuldade de transportar e limpar seus equipamentos com água doce, principalmente os maiores, como as pranchas de windsurf e standup paddle, o que acaba desestimulando a prática dessas atividades aquáticas.

Caso a prefeitura disponibilize espaços para guardar as pranchas, estará incentivando o esporte em toda a orla da cidade e, ainda, organizando os espaços urbanos. Sugeri que as guarderias sejam instaladas, inicialmente, nos locais com maior número de frequentadores, como Arpoador, Leme, Pepê, Recreio (Pontal) e Prainha.

29 anos, advogado, é o mais jovem eleito para a Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro, na qual é membro da Comissão Permanente de Justiça e Redação. Presidiu a Atlética de Direito, o Centro Acadêmico de Direito e o Diretório Central dos Estudantes (DCE) da PUC. Foi um dos criadores do Movimento Ficha Limpa e, atualmente, preside a Juventude Progressista. É pós-graduado em Direito Fiscal pela PUC-Rio e cursa pós-graduação em Administração Pública na FGV e Gerência e Gestão de Projetos na UFRJ.

1 COMENTÁRIO

  1. Boa iniciativa. Moro na ZN mas sou apaixonado pelo surfe. Tenho prancha, mas tenho dificuldades para transporta-la. Torço para a iniciativa ainda estar de pé. Se precisar, eu ajudo na ideia. Abraço!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui