A segunda pós-Páscoa pode ser problemática para os cariocas. É que os garis da Comlurb, em assembleia para avaliar a proposta da empresa sobre as reivindicações para o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) deste ano, votaram por ampla maioria à favor da greve à partir das 0h de domingo para segunda-feira (22/04).

De acordo com o Esquerda Diário, foram apresentadas três propostas. A 1ª era a proposta da prefeitura e Comlurb de 3,73% de reajuste salarial, a 2ª proposta do Sindicato do Asseio era rejeitar a proposta da Comlurb e fazer uma nova assembleia na 5ª (25/04) da semana que vem com indicativo de greve e a proposta que ganhou por ampla maioria foi de iniciar a greve as 0h já neste domingo para segunda-feira.

Mas a Prefeitura do Rio deve, nos próximos dias, deve tentar contornar a situação e evitar a greve. Só que com um prefeito fraco, com minoria na Câmara e ainda passando por um processo de impeachment, pode não ter muita força para combater uma greve.

A última grande greve dos garis foi em março de 2014, que durou 8 dias. Na época Eduardo Paes aceitou várias reivindicações da categoria, como o aumento do salário base R$ 803 para R$ 1.100 e do ticket-refeição, de R$ 12 para R$ 20.

4 COMENTÁRIOS

  1. Nao à explicacao para tanto descaso com o nosso rio de Janeiro. Sr prefeito o povo carioca lhe implora por sua saida. Nunca vimos tanta incompetência ou sinismo? Estamos vibrando por sua saida. Fomos enganados por um ser sinico mentiroso que dizia que iria cuidar da saude das pessoas, so se for da sua como foi o caso da cirurgia da sua mãe. Esta tudo destuido. Escola, a matanca nos hospitais deve nem lhe tocar por ser sem amor e respeito ao proximo. Sua saida sera um alivio em nao ter que aturar o seu dinismo nojento.

  2. Essa questão de o atual Prefeito Crivella ser fraco é uma coisa.
    Mas também não vamos esquecer que mesmo no tempo do antecessor, Eduardo Paes, os garis fizeram greve e além do reajuste viram quase dobrar o ticket-refeição.
    Tudo muito justo. Porém, não esqueçamos de que a cidade ficou refém. Fizeram verdadeira chantagem, para depois serem atendidos, ao final.
    A cidade ficou com imundice não bastasse o serviço de coleta ser mal executado em toda cidade – a exceção da Zona Sul – no tempo de normalidade.
    Na atual administração os serviços públicos pioraram. Da Saúde à Educação. Da limpeza aos serviços de parques e jardins.
    Vejo por exemplo um Parque do Flamengo muito mal cuidado – isso só para citar o maior da cidade que se estende por quatro bairros. Árvores morrendo sem os cuidados e replantio com recuperação do projeto original ignorado. O prefeito mesmo tratou o parque como uma espécie de problema, pelo custo. Talvez queira fazer como o Dória em SP entregando para a iniciativa privada cercar e cobrar a entrada.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui