A meta do programa Cegonha Carioca é distribuir 3.500 kits por mês – Edu Kapps/Prefeitura do Rio

O programa Cegonha Carioca voltou a distribuir, nesta segunda-feira (05/04), kits com peças de enxoval para bebês. O material é entregue após o parto a grávidas cadastradas e que fizeram o pré-natal em uma unidade de atenção primária de saúde. A iniciativa tem como principais objetivos humanizar e garantir o melhor cuidado para mãe e filho. Outra novidade do projeto é que a visita guiada das gestantes à maternidade, uma atividade suspensa devido à pandemia de Covid-19, está sendo retomada, e as famílias poderão conhecer os locais onde ganharão o bebê por meio de um tour virtual.

A meta do programa é distribuir cerca de 3.500 kits por mês. A entrega estava suspensa desde outubro de 2019, por falta de recursos. O enxoval oferecido tem uma bolsa, um trocador, macacão manga curta sem pé, casaco com capuz, body manga curta, body manga longa, toalha de banho com capuz, manta, duas calças sem pé e dois pares de meia. As peças seguem um padrão neutro, sem opção de escolha de cor. Se a gestante tiver gêmeos, receberá um kit para cada bebê.

Lançado em 28 de março de 2011, o Cegonha Carioca é pioneiro no país e já beneficiou mais de um milhão de mulheres. Por meio dele, a grávida sabe com antecedência em que maternidade vai ter o seu bebê, recebe enxoval para o recém-nascido e conta com ambulância para transporte à maternidade na hora do parto. Participam do programa 19 unidades do SUS no município do Rio, sendo 11 da rede municipal de Saúde, que é responsável por 96% dos partos do SUS na cidade.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui