Reunindo gestores culturais de diversos países da América Latina, o 2º Encontro de Cultura Viva Comunitária em Cidades e Governos Locais, realizado em Zapopan, no México, contou com a presença do subsecretário das Culturas de Niterói, Alexandre Santini.

Santini ministrou uma oficina que abordou a evolução de políticas culturais de base comunitária, tendo como referência as iniciativas desenvolvidas em Niterói. O objetivo foi apresentar a metodologia e as ferramentas aplicadas na criação de estratégias de gestão cultural em governos, com foco na construção de políticas públicas mais transparentes e participativas.

“Niterói se projeta para o mundo como uma referência de boas práticas de gestão cultural. Nossas ações e projetos têm produzido resultados positivos nos últimos anos, que estão associados a uma metodologia própria e que estamos apresentando para o público externo”, destacou Santini.

Entre os resultados apresentados, está a Carta de Direitos Culturais de Niterói, instrumento que reúne, consolida e assegura os direitos culturais do cidadão no município. “Somos a primeira cidade do Brasil a desenvolver a Carta, com metodologia participativa. Essa é uma das ações de Niterói, que está circulando a nível internacional e que colocam em prática os direitos culturais dos cidadãos”, afirmou.

Santini destaca ainda, que, um dos objetivos da oficina é “multiplicar os saberes junto aos outros gestores presentes, para que possam criar uma rede internacional articulada, com base nas iniciativas apresentadas e executadas por Niterói”.

Para o secretário das Culturas de Niterói, Leonardo Giordano, que também participou do evento, a natureza colaborativa nas políticas culturais é o grande diferencial da estratégia da cidade. “Todas as políticas públicas culturais de Niterói são amplamente debatidas, em um processo que assegura forte participação popular. Os projetos, as ações, os editais, tudo é construído de forma coletiva. Esse fator é fundamental para que possamos sempre alcançar e atender os interesses de quem vive de cultura.”

A Secretaria Municipal das Culturas de Niterói é uma das co-organizadoras do evento, integrando um circuito internacional de boas práticas na gestão cultural. As atividades realizadas durante o encontro podem ser acessadas pelo Facebook do “IberCultura Viva”.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui