Foto: Reprodução

O gin artesanal brasileiro, produzido no interior do Rio de Janeiro, em uma antiga fazenda de café é premiado como o melhor do mundo no ano de 2021, pelo elo World Gin Awards. A bebida é um dos principais produtos desenvolvidos pela primeira destilaria exclusiva de gin no país e atraí turistas à região de Barra Mansa, no sul do estado.

A bebida é feita pela pela produzido pela Amázzoni Gin, por meio da mistura de ingredientes da região Amazônica, iguarias típicas do Brasil e uma produção 100% artesanal, ou seja, sem o uso de máquinas e com ingredientes naturais sem impacto ao meio ambiente.

Arturo Isola, um dos fundadores e proprietários da destilaria, explica que além da produção do gin, é possível explorar o turismo de experiência no estado fluminense.

“A nossa destilaria está dento de um circuito histórico que a gente conseguiu preservar, com a instalação da nossa produção. É um programa aberto a qualquer tipo de pessoa e de idade. Em um lugar muito bonito, em que os turistas podem conhecer a operação de produção e cada detalhe do processo”, afirma Arturo Isola.

Os visitantes podem conhecer o passo a passo do preparo do gin, com direito a um almoço harmonizado e ainda destilar e sair com sua própria bebida engarrafada, além de aproveitar as belezas e a história das fazendas da região. Com isso, a produção da bebida também gera emprego e renda para as famílias da região.

O empresário também conta, que o local recebeu nos últimos dois meses uma média de dois mil visitantes, que trouxeram suas famílias e amigos para aproveitar a experiência turística, seguindo todos os protocolos de biossegurança.

“A gente abriu as portas da destilaria para o mercado, operadores e público normal. Ao longo da pandemia fizemos uma grande reforma que transformou na maior destilaria de Gin da América Latina em capacidade instalada. Diante disso, aproveitamos para criar um fluxo de visitação sob reserva”, explica o empresário.

Outra particularidade da Amázzoni Gin, é que a empresa tem com uma equipe majoritariamente feminina, inclusive nas posições de liderança, e uma produção sustentável em todos os elos de sua cadeia. Ao todo, a destilaria emprega 18 mulheres.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui