Globo vende sede paulista para Vinci e pagará aluguel

O valor total da aquisição é de R$ 522 milhões, o que equivale a um preço de R$ 13.369/m² Ambas as empresas têm sede no Rio de Janeiro.

A TV Globo vendeu para a Vinci Real Estate todo o seu complexo de imóveis onde funciona a sede da emissora em São Paulo. A informação é do jornalista Marcio Ehrlich, do Janela Publicitária. E por que é notícia no DIÁRIO DO RIO? Além da Globo ser carioca, também o é a Vinci Real Estate, com sede no Leblon.

O valor total da aquisição é de R$ 522 milhões, o que equivale a um preço de R$ 13.369/m². E a emissora pagará inicialmente, como locação, R$84,67/m² corrigidos anualmente pelo índice IPCA. O contrato de sale & leaseback garante à Globo ocupar o espaço pelos próximos 15 anos, podendo renovar por mais 15, porém sem direito a sublocar espaços.

Para o corretor Marcus Vinícius Ferreira, do departamento de investimentos da Sergio Castro Imóveis, “a procura por ativos dando renda com contratos garantidos para grandes grupos econômicos tem aumentado a cada dia”. Para ele, muitos investidores – mesmo particulares – consideram que um imóvel garante o patrimônio investido e ainda pode gerar ótimos frutos. “Temos vendido edifícios alugados, principalmente uniempresariais, e lojas, para investidores de todo o Brasil”, esclarece o corretor. Ferreira encarou o negócio com naturalidade, ao ser consultado pelo Diário do Rio.

Mas quem quiser alugar uma laje corporativa vaga no edifício da Globo já consegue, pelo site da Vinci. O aluguel é de R$ 14.370, para 192 m², condomínio de R$ 2.148 e IPTU de R$ 2.168. Direito a 5 vagas.

A importância do negócio, lembra Ehrlich, é que a sede é tão icônica que a avenida que chega ao local foi rebatizada de Jornalista Roberto Marinho. E o endereço é Rua Evandro Carlos de Andrade, nome do jornalista que tanto dirigiu a área no jornal O Globo como na própria TV. 

No prédio são gravados o SP1 e SP2, o jornal regional de São Paulo (equivalente ao nosso RJTV), em um estúdio envidraçado, que tem como fundo a Ponte Estaiada. Também são gravadas no mesmo estúdio algumas inserções da GloboNews.

O site Janela Publicitária lembra que são aproximadamente 39 mil m² de área bruta, 56 mil m² de área construída, tudo isso em um imenso terreno com mais de 43 mil m². O prédio principal leva o nome de Edifício Jornalista Roberto Marinho, o “JRM”, e foi inaugurado em 26 de abril de 2007 com seus 12 andares, e ainda há, na área, três módulos de produção, uma área de apoio, dois helipontos, e mais aproximadamente 1500 vagas de estacionamento entre subsolos e estacionamento externo.

Advertisement

6 COMENTÁRIOS

  1. Tenho um galpão bem moderno na Regis Bittencourt , no acesso ao Embú , com 4000 m2 , tem como ocupante uma empresa de logística , me interessa vender locado

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui