Igreja de Nossa Senhora da Glória do Outeiro - Foto: Pedro Kirilos|Riotur

Criação da produtora Inspirações Ilimitadas, o site Ó Glória será lançado este domingo 21/03. O projeto apresentará conteúdos sobre o patrimônio cultural do bairro, das aldeias tupinambás até os dias atuais.

As fotografias inéditas de Cesar Duarte, figura carimbada em livros sobre patrimônio natural e arquitetônico, estarão presentes no site.

O Ó Glória terá um mapa interativo que pode ser impresso, depoimentos de especialistas e uma exposição com 35 imagens inéditas. Entre as peças que o portal valoriza está o samba “Sambando na Glória”, de Raphael Moreira e Luizinho Croset.  O samba acompanha um passeio de drone pelo bairro.

Mais de 30 bens tombados explicados em verbetes e fotos, 120 bens culturais preservados, abas com a evolução urbana do bairro, com os principais arquitetos e paisagistas estão no mapa interativo do site.

Além disso, há 50 iconografias históricas; 100 fotos atuais, 15 vídeos com especialistas, imagens de drone mostrando um dia no bairro e 35 imagens inéditas do fotógrafo Cesar Duarte.

1 COMENTÁRIO

  1. ARBORIZAÇÃO E REVITALIZAÇÃO DO BAIRRO DA GLÓRIA.

    Fico louca de ver o descaso da prefeitura com o bairro da Glória, onde aqueles jardins estão sempre super maltratados, precisam receber grama de verdade e muitas novas árvores já de bom tamanho, e de preferência árvores floríferas. A Praça Paris precisa renovar o trabalho de topiaria de suas árvores, e também está precisando de alguns cuidados.

    Para além do descaso com as áreas verdes do bairro, as calçadas estão cheias de buracos, o local está cheios de moradores de rua (que precisam ser cuidados e tratados), há sujeira por tudo quanto é canto, com pessoas vendendo coisas aos domingos do início do Praça Paris na Av . Augusto Severo, desde a Lapa até a Glória.

    A Praça Luiz de Camões, onde fica o Memorial Municipal Getúlio Vargas e o pequeno teleférico para o acesso à Igreja da Glória (além das proximidades do antigo Hotel Glória, do renovado Teatro Prudential e dos jardins do Passeio Público), também está muito abandonada, com árvores, áreas verdes e mobiliário muito degradado. É preciso dar um trato de qualidade nesta praça, pois ela é o acesso a tantas coisas boas no bairro.

    A Glória é um dos bairros mais antigos do Rio e merece um tratamento à altura do seu valor histórico, e também por ser a entrada da Zona Sul carioca – mas, infelizmente, não é o que acontece.

    É de causar espanto como nossos pseudo gestores ainda não atentaram para a importância histórica deste bairro, e também por sua estratégica localização, ligando o centro do Rio e a Lapa a Zona Sul da cidade.

    Se eu fosse administradora desta cidade, a Glória seria, com certeza, um dos bairros mais lindos e mais bem cuidados do Rio de Janeiro, pois é a porta de entrada de um dos principais corredores turísticos da cidade.

    Assim que acaba a Praça Paris, já na Glória, existe uma construção bem antiga, que ocupa um quarteirão inteiro, numa calçada toda esburacada e sem árvores, que deveria ser transformada em um bom espaço público, com arborização de primeira naquele grande espaço.

    Enfim, são tantas coisas e tantas ideias interessantes que podem ser implementadas no bairro, mas não existe vontade política de melhorar sua estrutura. O desleixo e abandono daquelas enormes áreas de jardins na Glória – que deveriam supostamente ser verdes – é de cortar o coração.

    Onde anda a subprefeitura da Glória, comendo moscas até agora, que ainda não acionou o Eduardo Paes para resolver isso ? Já passou da hora de esta subprefeitura da Glória colocar a mão na massa, e de correr atrás deste estratosférico prejuízo, que é o total abandono do local. Do jeito que estão estes jardins, maltratados e maltrapilhos, é melhor mandar cimentar tudo !

    Eduardo Paes já mandou fazer mutirão de limpeza e de conservação no Passeio Público, no Campo de Santana, na Quinta da Boa Vista, no Recanto do Trovador, na Praça da Tijuca, mas com certeza os jardins da Glória ficaram na Coluna dos Esquecidos !

    Se quiserem saber mais sobre a importância do bairro da Glória, por favor vejam em:

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Gl%C3%B3ria_(bairro_do_Rio_de_Janeiro)

    A Glória é um bairro da Zona Sul do município do Rio de Janeiro, no estado do Rio de Janeiro. Situada na área fronteiriça com a Zona Central, o bairro é considerado como o “primeiro” da Zona Sul.

    Banhada pela Baía da Guanabara, é na Glória que estão alguns dos principais pontos turísticos da cidade, como o Parque do Flamengo, Praia do Flamengo, Praça Paris, o Memorial Municipal Getúlio Vargas, a Marina da Glória, o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, o Edifício Manchete, o Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial e a Imperial Irmandade de Nossa Senhora da Glória do Outeiro — uma das igrejas mais antigas da cidade, considerada uma joia da arquitetura colonial brasileira.

    A Glória faz divisa com os bairros do Flamengo, Lapa, Catete e Santa Teresa, e é servida pela estação de metrô da Glória, além de estar na rota de dezenas de linhas de ônibus que seguem para todas as regiões do Rio.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui