Golpes virtuais representam um terço dos casos de estelionato em todo Estado do Rio

Dados do ISP revelam que um em cada três casos de estelionato, aqui no Rio, são aplicados via internet e celular

Foto: SOURCE/FOLHAPRESS

Dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), em 2021, revelam que no Estado do Rio, um em cada três casos de estelionato são golpes aplicados virtualmente. De acordo com o Instituto, esse tipo de golpe em 2016 correspondia a menos de 4% do total. Até o ano passado, o percentual aumentou mais de oito vezes e chegou a 31,5%.

Nos últimos anos, os golpes virtuais se tornaram uma fração cada vez maior no crime de estelionato. Um terço das vítimas de estelionatários em 2021 foi abordada graças a algum meio tecnológico, sejam por SMS, ligações telefônicas ou por meio da internet.

O levantamento apontou a pandemia como o principal facilitador dos golpes virtuais.

Em 2018 e 2019 o número de casos já havia dobrado. Mas, saltou drasticamente em 2021 e bateu os 826%, chegando à marca de 17.427 ocorrências. Na prática, é como se uma pessoa caísse em uma fraude do gênero a cada meia hora no estado.

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. n tem jeito. enquanto se usar senha “123456”, crer-se em “promoções imperdíveis” e abrir arquivos sem critérios, a vagabundagem vai deitar e rolar. como dizemos no meio internético: “a senha mais fraca é o próprio usuário”.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui