(Foto: Marcus Quintella)

O Google anunciou nesta semana uma parceria com a Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio de Janeiro (CET-Rio) para ajudar a criar rotas de trânsito mais eficientes usando Inteligência Artificial (IA) e otimizar o sistema de semáforos e cruzamentos da cidade.

O objetivo é sugerir ações de melhoria no fluxo de trânsito municipal e, com isso, também promover a redução de emissões de carbono ao longo do tempo. O projeto deve começar a ser implementado nos próximos meses. A parceria faz parte de uma série de ações anunciadas pela empresa na área de sustentabilidade.

Liderado por engenheiros da multinacional de serviços online, o projeto tem como foco estudar e prever condições do tráfego e o tempo gasto nos cruzamentos nas cidades e, a partir desses dados de mobilidade, treinar modelos baseados em IA para melhorar e coordenar o fluxo de trânsito nas cidades. A pesquisa foi conduzida inicialmente em Israel e, depois de resultados promissores no país, está sendo expandida para outras cidades do mundo, o Rio de Janeiro é a primeira delas.

Temos conduzido essa pesquisa piloto em Israel para prever as condições de tráfego e melhorar o sistema de semáforo. Até agora, estamos observando uma redução de 10-20% no consumo de combustível e no tempo de atraso nos cruzamentos. Estamos animados em expandir esse piloto para o Rio de Janeiro e outras cidades”, disse Sundar Pichai, CEO do Google e da Alphabet no blog da companhia publicado hoje.

Esse projeto é um grande avanço para a mobilidade da cidade. A combinação entre dados e tecnologias do Google, como o Google Maps, e informações da CET-Rio vai permitir melhorar os tempos dos sinais da cidade com mais agilidade e, assim, o cidadão ficará menos tempo preso no trânsito. E ainda é bom pro meio ambiente, pois contribui para reduzir a emissão de gases poluentes”, explica o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

Nos últimos anos, a Inteligência Artificial tem sido uma grande aliada na área de mobilidade urbana das grandes cidades, ajudando moradores a planejar rotas mais eficientes ao examinar informações de trânsito em tempo real e também no desenvolvimento de soluções para desafios mais complexos da sociedade, como as mudanças climáticas e a preservação do meio ambiente. 

O projeto com o Rio de Janeiro deve começar a ser implementado nos próximos meses. A partir de iniciativas como essa, o Google quer ajudar as pessoas, organizações, autoridades e todo o ecossistema a tomar decisões de mobilidade mais sustentáveis reduzindo o impacto ambiental.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui