O governador do Rio, Cláudio Castro (PL), anunciou nesta terça-feira (14/9) que está enviando para a Alej, o projeto de lei para a criação da ‘Lei Orgânica da Polícia Civil’.

Essa nova medida deve estabelecer direitos e deveres dos policiais civis, não só durante as operações, mas também ao logo do trabalho investigativo feito pelas delegacias que registram determinadas ocorrências. Outra expectativa é de que a nova lei possa garantir mais independência no trabalho da corporação contra o crime organizado.

Durante coletiva de imprensa, Cláudio Castro ressaltou que a medida é o reconhecimento do governo do estado e da sociedade ao trabalho da Polícia Civil, e anunciou a assinatura do contrato de licitação para a revitalização da Cidade da Polícia, onde estão localizadas as principais delegacias especializadas.

A lei prevê ainda a criação de um espaço especial para o planejamento de operações policiais, para que eles sejam realizadas com mais levantamento de dados de inteligência, sem que os criminosos possam chegar a informações privilegiadas.

Na segunda-feira, 13/9, o governador já tinha dito que abriria novas vagas de concurso para a corporação, com 50 vagas para delegados. E no domingo, 11/9, a nova lei orgânica foi motivo de um debate antecipado das eleições 2022, com Castro e o pré-candidato Marcelo Freixo (PSB) discutindo pelo Twitter:

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui