Aeroporto Internacional Tom Jobim, também conhecido como RIOgaleão - Foto: Reprodução/Internet

A revitalização do Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Rio Galeão, foi o tema de uma reunião, na manhã desta quarta-feira (30/06), em Brasília, entre o governador Cláudio Castro, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. O objetivo do encontro foi mostrar a preocupação com o esvaziamento do principal aeroporto do Estado do Rio e, em conjunto com o governo federal, buscar soluções para recuperar o movimento, com mais voos e passageiros.

Para o governador Cláudio Castro, a reunião foi um primeiro passo importante.

“Essa aproximação entre as três esferas de governo – federal, estadual e municipal – mostra o interesse conjunto na resolução do problema. O Galeão tem sofrido com o esvaziamento e queda de passageiros nos últimos anos. Nossa missão é fazer dele um hub internacional, e vamos alcançar isso”, destacou.

O prefeito ressaltou que a recuperação do aeroporto internacional é uma necessidade urgente.

“É importante ressaltar que o Galeão não compete com o Santos Dumont. O Galeão foi idealizado para ser um importante hub internacional no país, além de realizar o transporte de cargas. Por uma série de fatores ele tem perdido atratividade. Temos trabalhado para trazer mais voos internacionais e gerar conectividade para o mundo todo por meio do Rio de Janeiro”, disse.

O ministro da Infraestrutura afirmou que o governo federal está à disposição para auxiliar no que for necessário, até por entender que o estado é um dos principais cartões postais do país.

“O Rio de Janeiro é a nossa principal rota turística, e a recuperação do Galeão terá impacto em outras áreas, especialmente no setor do turismo. Há margem para a retomada no crescimento do fluxo de passageiros. Certamente voltaremos a nos reunir em breve. Algumas medidas precisam ser tomadas para fazer com que o Galeão se torne uma das portas internacionais de entrada para o Brasil. Tenho certeza que isso será feito”, frisou.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui