Foto: Reprodução

Nesta sexta-feira (26/02), durante uma reunião virtual com veículos de imprensa da Baixada Fluminense, o governador em exercício, Cláudio Castro, afirmou que pretende que o auxílio emergencial durante a pandemia de Covid-19 comece a ser pago em abril.

Nossa grande vontade é pagar a partir de abril, mas vamos depender da PEC para desvinculação dos fundos. Depende da Alerj avançar na PEC e, assim, a gente vai poder ver como vai ser feito cadastro dessas pessoas para que não gere aglomeração“.

Castro afirmou que deve receber o projeto ainda nesta sexta-feira, mas que não sabe se vai sancionar todo o documento:

Ainda não sei se vou sancionar tudo, não chegou a mim o que foi aprovado completamente para eu entender se vai precisar de um veto ou outro. Entre o que é possível e o que se se sonha, muitas vezes, tem um hiato grande. Devo estar recebendo hoje o projeto. A gente vai dar uma olhada. Sabemos que o estado está em regime de recuperação fiscal. Não é situação fácil porque a gente está nesse momento de transição entre o regime velho e o regime novo. A gente tem que ter sensibilidade grande para fazer equilíbrio entre a recuperação fiscal e a política pública“.

Segundo Claudio Castro, os recursos para pagar o auxílio emergencial sairão de fundos do estado.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui