Agentes da Operação Segurança Presente - Foto Carlos Magno

Depois de um boato que a Operação Segurança Presente de Niterói sofreria uma redução, o Governo do Estado do Rio mostrou o contrário e ampliou a ação nesta sexta-feira (03/09), à região de Pendotiba. Com a nova base, o programa, que terá um aumento de 160 agentes, estará em dez locais da cidade. Por quatro anos, a operação funcionou em parceria com a Prefeitura de Niterói e agora será totalmente custeada pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Outra novidade será a inclusão do braço social do programa na operação de Niterói. Assim como nas demais do Segurança Presente, o efetivo é composto por policiais militares, agentes civis e assistentes sociais, que cuidam do atendimento a pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Segundo o secretário de Estado de Governo, Rodrigo Bacellar, assumir a gestão da Operação em Niterói permitirá ao Governo ampliar o programa, qualificar os agentes e alinhar com todas as operações Segurança Presente:

A primeira mudança será a instalação de três novas bases, que irão melhorar as condições de trabalho dos nossos profissionais. Além disso, os agentes passarão a ser treinados e capacitados por nós, dentro do conceito de polícia de proximidade – explicou o secretário.

A base Pendotiba se soma às duas atuais bases localizadas no Centro e no bairro de Icaraí. Nos fins de semana, os agentes também estarão na Praia de Boa Viagem. O horário de atuação da Operação vai permanecer das 5 horas até as 2 horas da madrugada seguinte, diariamente, complementando o trabalho do 12ºBPM (Niterói).

Inclusão do serviço social

Um diferencial desta nova fase da Operação em Niterói é a implantação do serviço social, que atuará diariamente nas bases. Os assistentes sociais têm a função de resgatar a cidadania de quem se encontra em vulnerabilidade social. Os atendimentos incluem auxílio para retirada de documentos, encaminhamento para abrigo e centros de recuperação, ajuda para sair das ruas e retornar ao convívio familiar ou simplesmente escutar com empatia o que o outro tem a dizer. Ao todo, o serviço social do Programa Segurança Presente já realizou mais de 200 mil atendimentos desde o início do programa em 2014;

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui