Carnaval Rio 2019 - Mangueira - Fernando Grilli | Riotur

A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa divulgou hoje no Diário Oficial e no sistema Desenvolve Cultura o resultado final dos editais #CarnavalNasRedesRJ. Foram inscritos 120 projetos na premiação, dos quais 85 foram aprovados. Com isso, serão transferidos para as agremiações e entidades representativas R$ 3,8 milhões para apoiar a economia criativa do carnaval.

Os editais de carnaval são fruto de uma demanda mais do que reconhecida dos fazedores de cultura que atuam no setor. Por conta do cancelamento dos desfiles deste ano, toda uma cadeia produtiva foi prejudicada e nos sentimos no dever de ajudar a recuperar essa atividade que nos traz tantas alegrias como movimenta a economia do Estado do Rio. Assim também ajudamos a concretizar o carnaval de 2022, que marcará a retomada“, afirma a Secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa, Danielle Barros.

Os recursos que serão destinados às escolas de samba e às associações de blocos de rua são oriundos do Fundo Estadual de Cultura (FEC). Para assegurar que os profissionais que atuam na linha de frente do carnaval sejam beneficiados, as agremiações precisam utilizar pelo menos 25% deles no pagamento de pessoal.

Nova etapa dos editais de Carnaval

Na chamada #NãoDeixaOSambaMorrer, foram incluídas as escolas de samba. Entre as integrantes do Grupo Especial, oito vão receber R$ 150 mil cada para a realização da escolha do samba-enredo de forma virtual. As demais já tinham sido contempladas pela Lei Aldir Blanc com o mesmo valor. Foram também habilitados nove projetos de escolas vinculadas à Lierj, que receberão R$ 40 mil cada uma. Outras 55 agremiações ligadas à Liesb também tiveram suas propostas aprovadas e vão ser contempladas com R$ 20 mil cada uma.

Para concorrer, os blocos precisavam ser filiados a instituições representativas, que se inscreveram de acordo com o número de associados na chamada pública #BlocoNasRedesRJ. Foram habilitadas no total 13 entidades representativas, sendo que dessas 6 são da capital e 7 do interior, somando R$ 1,2 milhão para realizarem atividades carnavalescas virtuais.

Prazo para abertura de contas

Todos os habilitados receberão uma comunicação oficial da SECEC por e-mail, que lhes permitirá a abertura de conta para o recebimento dos recursos. O passo seguinte será a abertura de contas e em seguida deve ser feito o envio de documentos previstos nos anexos 5 e 6 dos editais, que devem ser inseridos no sistema Desenvolve Cultura. O prazo para a realização de todo procedimento é de 20 dias corridos a contar a partir desta terça-feira (22).

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui