Foto: Divulgação

O Governo do Estado do Rio de Janeiro informou que investirá cerca de R$ 220 milhões na recuperação ambiental de Nova Friburgo. Serviços como a urbanização de margens de rios, desassoreamento e canalização serão realizados com a verba. No último domingo, dia 10/01, ações de limpeza do Córrego Dantas por meio do programa Limpa Rio, do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) já foram iniciadas.

O Limpa Rio é realizado de forma permanente para minimizar riscos que possam ocorrer em situações de fortes chuvas. A previsão é retirar cerca de 34 mil metros cúbicos de sedimentos do Córrego Dantas para destinação ambiental adequada. Serão aplicados recursos no valor de R$ 500 mil.

As próximas ações previstas para o município será a substituição de sete travessias ao longo do Rio Bengalas e de quatro travessias sobre o Córrego Dantas. Além disso, será dada continuidade aos trabalhos de recuperação ambiental do Rio Bengalas e do Córrego Dantas com desassoreamento, canalização e contenção de terrenos inclinados na beira de rios, os taludes. A Secretaria do Ambiente também vai atuar na urbanização da margem do Córrego Dantas com a recuperação de via existente e implantação de ciclovia e de um parque fluvial.

O governador em exercício, Cláudio Castro (PSC) explicou que a limpeza dos rios é importante para evitar alagamentos e enchentes. “O Limpa Rio é um programa que faz parte do Plano de Contingência para as Chuvas de Verão. Não é apenas uma questão ambiental, é saúde pública. Também é importante a parceria com as prefeituras para conscientizar a população a não poluir os rios do estado, ressaltou o governador”.

Já o secretário do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pamplona destaca que “Ações como a do Limpa Rio são fundamentais para o trabalho de prevenção e de mitigação do impacto das grandes chuvas. Estamos atuando em todo o estado através do programa. Além disso, temos previstas outras ações ambientais importantes na Serra”.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui