Governo prometeu inauguração de restaurante popular na Central para dezembro de 2021, mas até agora nem o edital foi publicado

Além disso, terreno onde o restaurante será construído está abandonado, sem sinais de início de obras

Foto: Fabiano Rocha/ Agência O Globo

Em outubro do ano passado, durante um debate público promovido pelo vereador Dr. Marcos Paulo (Psol), que é presidente da Frente Parlamentar contra a Fome da Câmara de Vereadores, o Governo do Estado afirmou que o Restaurante Popular do Betinho, na Central do Brasil, que está de portas fechadas desde 2016, seria reaberto em dezembro de 2021 em um endereço próximo ao antigo. No entanto, em janeiro de 2022, o edital de licitação ainda não foi publicado e o terreno onde as obras seriam realizadas continua abandonado, sem sinais de obra.

Local onde será constrído o novo restaurante popular da Central

Em entrevista recentemente ao DIÁRIO DO RIO, Cláudio Castro (PL), garantiu a reabertura do local: “O Restaurante do Povo da Central vai ser reaberto em novo endereço, próximo ao local onde funcionava até 2016. A capacidade do equipamento será 65% superior ao antigo. O governo do estado vai servir 5 mil refeições diárias: 2 mil cafés da manhã a R$ 0,50 e 3 mil almoços a R$ 1. Conseguimos reduzir pela metade o preço que era pago anteriormente. Com os investimentos previstos pelo PactoRJ, serão servidas 64.500 refeições por dia em todas as unidades do Restaurante do Povo do Rio de Janeiro”.

O vereador Dr. Marcos Paulo entrou nesta quinta-feira (13/01) com uma representação no Ministério Público do RJ para cobrar que o Governo do Estado reabra o restaurante.

De acordo com levantamento realizado pelo gabinete do vereador, não há sequer edital de licitação publicado para a construção da unidade da Central. No documento apresentado ao MP, o parlamentar lista as promessas feitas pelo Governo do Estado durante o debate, que incluem a abertura de 10 unidades só na capital, além da reforma dos três restaurantes em funcionamento localizados nos bairros de Bangu, Bonsucesso e Campo Grande.

Segundo Dr. Marcos Paulo, os Restaurantes Populares são uma importante estratégia para ajudar a combater a fome na cidade e a omissão do Executivo contribui para aumentar a insegurança alimentar grave entre os cariocas.

“Estamos enfrentando uma nova onda de casos de Covid-19, o desemprego continua nas alturas e hoje os milhares de desempregados em nossa cidade não sabem o que vão colocar na mesa para alimentar os filhos. É inadmissível que diante deste cenário caótico, o Governo do Estado tenha a capacidade de tratar o problema da fome com esse amadorismo”, disse o parlamentar.

Além de encaminhar a denúncia ao MP, o gabinete do vereador vai inspecionar novamente os Restaurantes Populares em funcionamento na cidade para verificar se as reformar prometidas foram realizadas. O DIÁRIO DO RIO vem denunciando, através de matérias, o abandono desses espaços na cidade do Rio.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui