Agente da SMASDH atendendo um morador de rua no Centro do Rio - Foto: Divulgação

Na última terça-feira (13/10), por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH), a Prefeitura do Rio de Janeiro promoveu uma ação de acolhimento de pessoas em situação de rua na Rua Amoroso Lima, próximo ao prédio dos Correios da Avenida Presidente Vargas, na região da Cidade Nova, no Centro.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Intitulada de ”Acolhe Rio”, a ação aconteceu por volta das 10h e contou com auxílio de agentes da Guarda Municipal, Polícia Militar e Comlurb. Lá, a equipe especializada da SMASDH abordou 9 usuários em situação de rua.

Desse total, 3 foram encaminhados para o Centro POP Bárbara Calazans, também localizado na região central da capital fluminense, e 2 para a Comunidade Católica Maranathá, em Madureira, na Zona Norte, que também funciona como uma casa de recuperação.

Foto: Divulgação/SMASDH

Ao todo, a ação contou com a participação de 11 profissionais ligados à Prefeitura. A ação ocorreu por iniciativa da Superintendência do Centro, que vem tendo forte atuação na recuperação de vias esburacadas e na instalação de nova iluminação, assim como na tentativa de manter as ruas do Centro livres de moradores de rua, que vêm sendo colocados em casas de acolhimento, quando concordam, e atendidos por assistentes sociais.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui