Grande operação demole loteamento ilegal nas margens do Parque Estadual da Pedra Branca

Os condomínios ficam no Morro do Sossego, em Senador Camará, Zona Oeste do Rio

A recém-criada força tarefa integrada pelo Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), Ministério Público, Polícia Militar Ambiental e Secretaria Municipal de Meio Ambiente, para combate à ocupação irregular do solo urbano, realizou, na manhã desta sexta-feira (22/10), uma operação para demolir dois condomínios irregulares com arruamento e rede de eletrificação.

Os condomínios ficam no Morro do Sossego, em Senador Camará, Zona Oeste do Rio. A área é dominada por traficantes fortemente armados. Durante a operação uma retroescavadeira demoliu cerca de 300 metros de arruamento e redes elétricas.

Um dos loteamentos ilegais, que fica no final do Caminho do Telégrafo, está sendo demolido por corte irregular do talude, com retirada de terra, a apenas 50 metros de distância de uma das torres de energia elétrica de Furnas – com tensão de 500 mil volts.

A escavação irregular já impediu o acesso das caminhonetes equipes de manutenção da torre. Também poderia vir a causar risco a estrutura de duas torres, o que poderia ocasionar colapso de energia elétrica em grande parte da Zona Oeste.

Cada lote demarcado tinha nove metros de frente, totalizando uns 99 lotes estimados de 50 mil reais, totalizando lucro de cerca de R$ 5 milhões.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui