Rio, histórias além do mar

As aulas de História saem das escolas para o palco do Centro Cultural Justiça Federal em um espetáculo teatral que une música e dramaturgia. O musical “Rio, histórias além do mar” é o novo “espetáulaco” (espetáculo e aula) que o Grupo História Através da Música tem apresentado desde 23 de outubro até 20 de dezembro, de sexta a domingo (com exceção do dia 6/11), às 19h. A temporada faz parte das comemorações oficiais dos 450 anos do Rio de Janeiro e os ingressos custam R$ 30 (R$ 15, a meia).

O espetáculo deste ano nasceu em 2014, quando apresentamos “Rio, Um Mar de Histórias”. Mas tanta coisa ficou de fora, que tínhamos canções e causos para montar muitos outros espetáculos. Dessa forma, resolvemos dar continuidade às comemorações dos 450 anos da fundação da cidade e apresentamos uma cidade que transcende a cultura da praia e das belezas naturais. Mergulhamos neste universo “de civilizações encruzilhadas”, do carioca trabalhador, do malandro, do subúrbio, do morro e do asfalto”, afirma Romney Lima, professor de História e cavaquinista.

O personagem Crioulo Doido (interpretado por Gustavo Arthiddoro), que há 5 anos vem sendo o cicerone do trabalho, é o símbolo do carioca de espírito alegre que redime a população de todo descaso sofrido ao longo de séculos. Essa capacidade de fazer troça (gozar) da própria desgraça, questionar e criticar pelo humor, como fazem a maioria dos compositores escolhidos para o repertório apresentado.

As senhoras e os senhores sentirão falta de muitas canções, sem dúvida. Uns vão perguntar por que não incluímos “Valsa de Uma Cidade”, de Antonio Maria, outros gostariam de ter ouvido “Aquele Abraço”, do Gilberto Gil, ou “Samba do Avião” do Tom Jobim. Mas nosso critério de escolha foi mostrar o Rio de Janeiro pelo olhar de quem está à margem e sofre essas mazelas diariamente, os moradores dos subúrbios e das favelas, os nordestinos… Todos representados não apenas nas letras das canções, mas muitas vezes nas histórias de vida dos próprios compositores”, explica o diretor do espetáculo, Claudio Mendes.

Pao-do-Ouvidor

Um passeio cultural pode ser antecipado ou encerrado com uma ida ao shopping. O Paço do Ouvidor é sempre uma boa pedida de passeios no centro. Passa no Paço!

Serviço:

Local: Centro Cultural Justiça Federal
Endereço: Avenida Rio Branco, 241
Datas: de sexta a domingo de 23 de outubro a 20 de dezembro de 2015 (não haverá espetáculo no dia 6 de novembro)
Horário: 19h
Duração: 80 minutos

Preço dos ingressos R$ 30 (R$ 15, a meia)

Capacidade: 141 lugares

Classificação etária: livre

Informações: (21) 3261-2550.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui