Praia Vermelha

Dez de maio é comemorado o dia do Guia de Turismo. Dada a importância do segmento turístico para o Rio de Janeiro e para o Brasil, é uma data que deve, sim, ser comemorada. Contudo, como sabemos, o turismo é um dos setores mais afetados pela pandemia do novo coronavírus. Deste modo, os 25 mil profissionais que atuam no país tiveram o seu trabalho gravemente reduzido ou paralisado, tendo seu sustento comprometido ou inviabilizado. A Cidade do Rio de Janeiro tem 5830 Guias de Turismo registrados no CADASTUR (cadastro oficial do ministério do turismo). O cenário atual ainda não nos permite afirmar quando a atividade será restabelecida e em quais condições. Na China e na Europa já estão sendo retomadas, entretanto, no Brasil, seguimos com uma grande indefinição. Não temos tempo para perder, como já disse anteriormente, é urgente que se faça algo, agora, pela categoria.

Acreditamos que um amparo aos guias de turismo possa ser viabilizado através do Fundo Geral do Turismo, que acabou de receber um aporte de cinco BILHÕES. A MP 963 pode, também, ser o instrumento para essa operação. A liga independente dos guias de turismo (Liguia) está de parabéns pela sua articulação para aprovação do PL 1796/2020 na câmara de vereadores do Rio se janeiro e do PL 2034/2020 na Alerj. Agora, é lutar pela inclusão dos guias de turismo na MP 963. Apenas 5% destes recursos já garantem o sustento dos guias por 10 meses.

Os guias de turismo são elementos extremamente importantes dentro de um setor que movimenta uma enorme cadeia de consumo, atingindo muitos outros setores. Se focarmos apenas na rede hoteleira e em tudo que é necessário existir em um hotel para que ele possa receber os viajantes, já teremos uma lista enorme de produtos.  Entretanto, sabemos que o turismo envolve muito mais do que isso, temos os eventos, o segmento de bares, restaurantes, shows, transportes, pontos turísticos, comércio e muito mais. Assim, voltados para o turismo, anualmente, 300 mil veículos são comercializados, nove milhões de roupas de cama e banho são destinadas para hotelaria, bem como, 600 mil camas e cadeiras, 200 mil televisores e 200 mil chuveiros.  Esta movimentação garante renda e trabalho para muitos. São empregos mantidos direto e indiretamente pelo setor.

Por fim, quero registrar aqui meu enorme carinho pelos Guias de Turismo, que são verdadeiros embaixadores. Afinal, são os guias, em seu contato direto com os turistas, que promovem e divulgam as maravilhas de nossas cidades e do país. São importantíssimos para movimentação da economia, garantindo recursos que depois podem ser destinados, também, aos hospitais que hoje nos socorrem nesta pandemia.

Parabéns Guia! Estamos juntos nessa luta. Essa crise que o Brasil e o mundo enfrenta irá passar e em breve estaremos todos pedindo sua ajuda para nos indicar bons programas, bons passeios, para nos recuperarmos do pesadelo do covid-19.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui