A Casa

Olhando hoje em dia é difícil imaginar, mas em cima da Pedra do Arpoador havia uma casa. No local funcionava uma estação Rádio-Telegráfica.

A estação, que ficava em uma residência art déco, foi inaugurada em 1922 e era subordinada ao Departamento de Correios e Telégrafos e servia como auxílio aos navegantes.

A Pedra do Arpoador hoje em dia

A casa, encontrava-se sobre uma pequena plataforma que avançava nas areias da Praia do Diabo, ao lado da Praia do Arpoador.

Antiga Pedra do Arpoador


Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Décadas depois, em 1967, a casa demolida alguns anos depois após ficar abandonada e sofrendo com a ação do tempo.

Com mais de meio século de tradição no mercado imobiliário do Rio de Janeiro, a Sergio Castro Imóveis – a empresa que resolve contribui para a valorização da cultura carioca

“Até pouco tempo atrás os frequentadores do Arpoador puderam ver resquícios dos pisos de alguns cômodos dessa linda casa que hoje só pode ser vista através de raros registros fotográficos”, disse Rafael Bokor, da página Rio – Casas & Prédios Antigos.

Entrevista com Rafael Bokor

Em outras épocas, a Pedra do Arpoador era um referencial para pescadores. Inclusive, no período mais intenso de caça às baleias na orla do Rio de Janeiro era do alto da Pedra de onde os caçadores avistavam os animais.

2 COMENTÁRIOS

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui