Foto: Divulgação

Existem instituições cujo desenvolvimento está diretamente atrelado ao crescimento de cidades, estados e países. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) é uma delas. Enquanto o país crescia, a Fundação crescia junto. E ainda cresce. Basta olharmos a fundamental importância desta instituição em meio ao combate da pandemia de Covid-19.

Instalações do Instituto Soroterápico Federal, em 1903

Tudo começou em 1900, com a criação do Instituto Soroterápico Federal, na Fazenda de Manguinhos, Zona Norte do Rio de Janeiro. Esse espaço foi inaugurado, originalmente, para fabricar soros e vacinas contra a peste bubônica, que na época assustava a população da Cidade Maravilhosa.

Oswaldo Cruz
Oswaldo Cruz

Sob o comando do, à época, jovem Oswaldo Cruz, o Instituto foi responsável pela reforma sanitária que erradicou a epidemia de peste bubônica e a febre amarela do Rio de Janeiro. Essa capacidade se expandiu. As expedições científicas se espalharam por todo o Brasil.

Inclusive, essa capacidade de expansão gerou grandes frutos. Em 1920, o Instituto também foi peça chave para a criação do Departamento Nacional de Saúde Pública.

Os dez cientistas cassados pela ditadura militar no Massacre de Manguinhos

Não é exagero afirmar que a história da Fundação Oswaldo Cruz está diretamente ligada ao passado político do Brasil. Em 1930, após o golpe, a Fundação perdeu autonomia. Com o início da ditatura militar, em 1964, foi atingida pelo chamado Massacre de Manguinhos: a cassação dos direitos políticos de alguns de seus cientistas.

SERGIO CASTRO - A EMPRESA QUE RESOLVE, desde 1949
Com mais de meio século de tradição no mercado imobiliário do Rio de Janeiro, a Sergio Castro Imóveis – a empresa que resolve contribui para a valorização da cultura carioca

Em 1980, conheceu de novo a democracia, e de forma ampliada. Na gestão do sanitarista Sergio Arouca, teve programas e estruturas recriados, e realizou seu 1º Congresso Interno, marco da moderna Fiocruz. Nos anos seguintes, foi palco de grandes avanços, como o isolamento do vírus HIV pela primeira vez na América Latina” informa o site oficial da Fundação.

Enquanto vivemos a pandemia de Covid-19, a Fundação Oswaldo Cruz vem sendo fundamental para vencermos esse mal. Inicialmente com as pesquisas e hospital de campanha e agora com a produção de vacinas para todo o país.

Com 121 anos de vida, a Fiocruz já ajudou muito a melhorar a vida dos brasileiros. Que venham mais séculos e séculos de grandes trabalhos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui