A Casa

A boemia carioca tem passado, presente e futuro. Um dos palcos históricos das noites no Rio de Janeiro é a Gafieira Elite.

Em 17 de julho de 1930, com o nome Elite Clube, foi fundada a Gafieira Elite. Embora houvesse centenas de casas de dança na cidade do Rio de Janeiro nesse período, a Elite tinha a pretensão de ser uma das grandes.

A iniciativa para a abertura da Casa foi do comerciante português e agitador cultural Júlio Simões. Relatos apontam que em 1930, o Rio de Janeiro tinha cerca de 450 casas de dança. Contudo, Júlio garantia que a Elite iria ficar para a posteridade. Acertou.

[iframe width=”100%” height=”90″ src=”https://diariodorio.com/wp-content/uploads/2015/05/superbanner_66anos.swf-3.html”]
Com mais de meio século de tradição no mercado imobiliário do Rio de Janeiro, a Sergio Castro Imóveis sempre contribuiu para a valorização da cultura carioca

O casarão que abriga a Gafieira Elite foi construído para ser a residência oficial de Duque de Caxias. De lá, o Marechal conseguia ver a movimentação do Campo de Santana e das redondezas, onde se encontravam sedes militares”, pontua o historiador Maurício Santos.

Voltando ao ano de 1930, a inauguração da Gafieira Elite teve em seu baile a presença da Orquestra Carioca, badalado grupo da época. A estreia foi de casa cheia, o que se repetiu por décadas.

Entre os frequentadores famosos estavam Madame Satã, Braguinha, Oswaldo Nunes, Pixinguinha, Mário Lago, Ciro Monteiro, Cartola, Jamelão, Moreira da Silva, Nelson Sargento, Blecaute, Carmem Costa, Elizeth Cardoso, Marlene, Emilinha Borba, Elza Soares, Dóris Monteiro, Ademilde Fonseca, Aracy de Almeida, entre outros.

O ator Grande Otelo também era figura certa na Gafieira. Júlio Simões, responsável pela Casa, era uma espécie de pai do ator. Júlio ajudou muito o Grande Otelo”, conta Maurício dos Santos.

O nome Gafieira Elite veio de uma história curiosa. Certa noite, um jornalista tentou entrar no então Elite Clube. O homem foi barrado, pois estava muito embriagado e mal vestido. Contrariado, ele disse que o lugar não era um clube de dança e sim uma gafe. O ocorrido foi publicado no jornal Tribuna da Imprensa. Júlio Simões achou tudo engraçado e da palavra “gafe”, teve a ideia para o batismo “Gafieira Elite”.

Orquestra Tabajara em ação

Pelo palco da Gafieira passou muita gente consagrada da música brasileira. Entre tantos, Orquestra Raul de Barros, Orquestra Maestro cipó, Orquestra Tabajara, Caetano Veloso, João Bosco, Beth Carvalho, Billy Blanco, Elba Ramalho e muito, muito mais.

Festas recentes têm sido de casa cheia

Gafieira Elite continua recebendo muitas presenças ilustres e tem Alcione como madrinha da Casa. O palco do local se chama João Nogueira. Para atrair os jovens, o espaço vem recebendo festas alternativas, mantendo a boemia carioca viva.

3 COMENTÁRIOS

  1. Júlio Simoes foi o fundador do Clube Elite. Sim la quando eu tinha 10 anos numa tarde de comemoracoes aos frequentadores pude pela primeira vez cantar no placo acompanhado por alguns musicos . Meu avo ficou surpreso em me ver cantando e me insentivou a continuar falando que eu seria um bom cantor. Meu produtor musical resoveu inscrever me para participar do The Voice da Globo e agira espero dar o recado musical que guardei para apresentar ao Brasil. Sou cantor, ator e jornalista. E neto de Julio Simões. Ivo Jose Ciconha…

  2. casarão que abriga a Gafieira Elite foi construído para ser a residência oficial de Duque de Caxias. De lá, o Marechal conseguia ver a movimentação do Campo de Santana e das redondezas, onde se encontravam sedes militares”, pontua o historiador Maurício Santos.
    Como construíram para D.caxias se ele faleceu em 1880???

  3. Costumo dizer que elite do Méier é a minha segunda casa parei porque o clube fechou que saudade não perdia um baile com as bandas Brasil show copa sete os devaneios era um lugar que se encontravam casais muitos amores começou nesse lugar e muitos estão juntos ate hoje grata amo vcs bjs RJ

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui