Estádio das Laranjeiras foto antiga

Laranjeiras

Aproveitando o clima de Olimpíada, que apesar dos problemas, exalta algo bastante especial, que é a prática esportiva, o Diário do Rio contará, de forma breve e objetiva, a história das primeiras sedes dos quatro grandes clubes de futebol do Rio de Janeiro. Hoje, falaremos da sede das Laranjeiras, que pertence ao Fluminense.

[iframe width=”100%” height=”90″ src=”https://diariodorio.com/wp-content/uploads/2015/05/superbanner_66anos.swf-3.html”]
Com mais de meio século de tradição no mercado imobiliário do Rio de Janeiro, a Sergio Castro Imóveis sempre contribuiu para melhorias em nossa cidade, conservando o que temos de melhor

No ano de 1904, no mês de agosto, aconteceu o primeiro jogo no Campo da Rua Guanabara, onde seria o futuro Estádio das Laranjeiras. Na época, o gramado para as partidas de futebol tinha uma posição diferente em relação ao atual campo das Laranjeiras.

Essa partida foi contra o Paulistano e a diretoria do Clube montou uma pequena arquibancada, improvisada, de madeira. Nesse jogo, aconteceu uma das primeiras cobranças de ingresso da história do nosso futebol“, destaca o historiador Maurício Santos.

Eduardo Guinle
Eduardo Guinle

No ano seguinte, 1905, o empresário Eduardo Guinle montou uma arquibancada definitiva no estádio. Essa arquibancada permanente foi a primeira do futebol carioca. Ainda em 1905, mediante empréstimo feito entre os sócios, a primeira sede foi demolida e a segunda construída no mesmo local.

Brasil x Exeter, 1914
Brasil x Exeter, 1914

A terceira sede, também no bairro das Laranjeiras, foi construída em 1915. No ano 1918, mais uma reforma começou no espaço. As obras terminam em 1920. O arquiteto responsável foi Hipolyto Pujol.

Brasil e Chile no Estádio das Laranjeiras
Brasil e Chile no Estádio das Laranjeiras

A, considerada, inauguração oficial se deu no dia 11 de maio de 1919. A partida foi entre Brasil e Chile, por isso o Estádio ganhou o status de primeira casa da Seleção Brasileira de Futebol.  Dezoito mil pessoas viram o time do Brasil vencer o Chile pelo placar de 6 a 0.

O Estádio das Laranjeiras em 1919, antes de sua ampliação.
O Estádio das Laranjeiras em 1919, antes de sua ampliação.

A primeira partida oficial do Fluminense no Estádio das Laranjeiras foi contra o Vila Isabel, em 13 de julho de 1919, pelo returno do Campeonato Carioca daquele ano. O Flu venceu por 4 a 1, com os gols de Welfare (3) e Machado.

Cerimônia de premiação da Copa América de 1922. No estádio das Laranjeiras, a seleção do Brasil recebe a Copa.
Cerimônia de premiação da Copa América de 1922. No estádio das Laranjeiras, a seleção do Brasil recebe a Copa.

Em 1922, o Estádio das Laranjeiras teve a sua capacidade aumentada para 25 mil espectadores, para sediar dois eventos de grande porte comemorativos do Centenário da Independência do Brasil: os Jogos Olímpicos Latino-Americanos (precursor dos Jogos Pan-Americanos) e o Campeonato Sul Americano de Seleções Nacionais, daquele ano, conquistado pela Seleção Brasileira de Futebol.

Nos anos 1950 e início dos 1960, por conta de conflitos com administração pública do Rio de Janeiro (que até certo período era de ordem Federal),  o Flu teve parte de seu terreno desapropriado. O clube foi indenizado, mas acabou perdendo uma arquibancada lateral, para colaborar com reformas urbanas pelas quais a cidade passava.

Estádio das Laranjeiras foto antiga

No decorrer dos anos, o Estádio ainda passou por outras reformas de redução de arquibancadas para a duplicação da Rua Pinheiro Machado, necessária para o escoamento do trânsito do Túnel Santa Bárbara e o crescimento do bairro de Laranjeiras.

Manoel Schwartz

Em 2004, o Estádio das Laranjeiras passou a se chamar Manoel Schwartz, em homenagem ao ex-presidente do Fluminense na década de 1980.

No ano de 2014 foi comemorado o centenário da Seleção Brasileira. No campo das Laranjeiras aconteceu um jogo entre a equipe de segundos quadros do Fluminense contra o Exeter City. O placar foi 0 a 0.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui