liceo-de-arte-e-oficio

Localizado no centro da cidade do Rio de Janeiro, o Liceu está diretamente ligado à história da educação e das artes na Cidade Maravilhosa.

Francisco Joaquim Bethencourt da Silva
Francisco Joaquim Bethencourt da Silva

Foi o arquiteto e comendador Francisco Joaquim Bethencourt da Silva quem fundou a Sociedade Propagadora das Belas Artes (SPBA), responsável pela criação do Liceu de Artes e Ofícios e da Faculdade Bethencourt da Silva.

No dia 23 de novembro de 1856, no Rio de Janeiro, foi fundada a Sociedade. O Liceu veio dois anos depois e começou a funcionar em 1858, no mês de janeiro.

“A finalidade era proporcionar a todos os indivíduos, independentes de nacionalidade, raça ou religião, o estudo das artes e sua aplicação necessária aos ofícios e industrias. O corpo docente da escola não era remunerado, sendo formado por pessoas eminentes da época, assim como os beneméritos da escola que contribuíam para a manutenção do ensino. Os cursos do Liceu abrangiam em torno de 50 profissões e eram divididos em Curso Profissional Livre, Comercial e feminino”, informa a direção do Liceu.

[iframe width=”100%” height=”90″ src=”https://diariodorio.com/wp-content/uploads/2015/05/superbanner_66anos.swf-3.html”]
Com mais de meio século de tradição no mercado imobiliário do Rio de Janeiro, a Sergio Castro Imóveis sempre contribuiu para a valorização da cultura carioca

No ano 1881, mulheres passaram a ser admitidas na instituição de ensino. Além disso, o Liceu foi a primeira escola brasileira a adotar o ensino noturno.

Paralelamente à fundação da SPBA foi criado o Liceu de Artes e Ofícios onde os artesões, operários e demais cidades pudessem estudar à noite a fim de aprender noções de desenho geométrico, industrial, artístico e arquitetônico e os princípios das ciências aplicadas às artes livres”, destaca a administração da escola.

Prédio do Liceu de Artes e Ofícios na antiga Rua da Guarda Velha.
Prédio do Liceu de Artes e Ofícios na antiga Rua da Guarda Velha.

São muitos os alunos e professores marcantes dessa instituição. Entre os mestres estão Vitor Meireles, Carlos Oswald, Manuel Antônio de Almeida e outros. Alguns dos alunos famosos são: Carlos Chambelland, Silvio Pinto, Rubens Gerchman e outros tantos.

Atualmente, o Liceu segue em funcionamento e tem na grade cursos educação infantil, ensino fundamental, ensino médio (formação geral), educação de jovens e adultos e educação profissional. Além de palestras e outros eventos educacionais que são realizados no espaço.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui