A História do Maracanã

Maracanã, Foto: J.P. Engelbrecht | Riotur
Maracanã, Foto: J.P. Engelbrecht | Riotur

A Olimpíada acabou e nossa série sobre os estádio e sedes de times cariocas também. Hoje, falaremos do mais famoso: o Maracanã.

Derby Club, o pré Maracanã
Derby Club, o pré Maracanã

As obras de construção do Maracanã começaram em 2 de agosto de 1948. O espaço onde o Estádio foi erguido era um terreno do Derby Club onde eram disputadas corridas de cavalos.

Maracanã em 1949
Maracanã em 1949

A ideia era fazer um grande campo para a Copa do Mundo de 1950. Cerca de dois mil operários atuaram na construção. Os arquitetos responsáveis pela elaboração do projeto foram Waldir Ramos, Raphael Galvão, Oscar Valderano, Orlando Azevedo, Pedro Paulo Bernardes Bastos e Antônio Dias Carneiro Feldman.

[iframe width=”100%” height=”90″ src=”https://diariodorio.com/wp-content/uploads/2015/05/superbanner_66anos.swf-3.html”]
Com mais de meio século de tradição no mercado imobiliário do Rio de Janeiro, a Sergio Castro Imóveis sempre contribuiu para melhorias em nossa cidade, conservando o que temos de melhor

Entretanto, engana-se quem acha que tudo correu bem durante a construção do Estádio.

Lacerda

A ideia de erguer o estádio foi criticada com dureza por Carlos Lacerda, na época deputado federal e adversário político de Marechal Ângelo Mendes de Moraes, então prefeito do Rio, que era Distrito Federal. Lacerda reclamava dos gastos e, também, da localização. O jornalista e político dizia que se fosse para fazer o Estádio, que fizesse em outro bairro, em Jacarepaguá”, conta o historiador Maurício Santos.

Maracanã-guaçu

 Maracanã é o nome de uma ave: Maracanã-guaçu. Contudo, depois que o Maraca ficou pronto, em 1950, o bairro passou a ter a mesma alcunha do Estádio. O nome oficial é Mário Filho, em homenagem ao jornalista (irmão de Nelson Rodrigues), que contribuiu muito para a popularização do futebol.

Inauguração do Maracanã

A inauguração do Maracanã aconteceu no dia 16 de junho de 1950. O jogo foi entre as seleções carioca e paulista. São Paulo venceu por 3 a 1, mas o primeiro gol da história do Estádio foi marcado pelo carioca Didi, que jogava no Fluminense e na Seleção Brasileira. Todavia, na noite anterior à partida oficial, houve uma pelada entre os engenheiros e os operários que trabalharam na construção do estádio.

Primeiro jogo do Brasil no Maracana em 1950 contra o Mexico
Primeiro jogo do Brasil no Maracana em 1950 contra o Mexico

Quando foi inaugurado, o Maracanã era o maior estádio do mundo e comportava quase 200 mil pessoas.

maracanazo

O jogo mais marcante da história do estádio, até então, aconteceu na final da Copa de 1950, diante do Uruguai, com o Brasil sendo derrotado por 2 a 1, diante de 199.854 torcedores (considerado o maior público da história do Estádio). Mais tarde, essa derrota acabou sendo batizada como “Maracanazzo”. Outro jogo histórico no Maracanã foi entre Vasco e Santos, em 19 de novembro de 1969, vencida pelos paulistas por 2 a 1, quando Pelé marcou o milésimo gol, numa cobrança de pênalti”, destaca Márcio Guerra, que escreve para o site Memórias.

O Maracanã também já foi palco de grandes shows e outros eventos não esportivos. Em 26 de janeiro de 1980, Frank Sinatra levou ao estádio 180 mil pessoas. Em 1983, o recorde de público em shows foi batido. O Kiss levou 250 mil pessoas ao Maraca.

Obra do Maracanã para o Pan

Depois de uma ampla reforma ocorrida em 1999, visando a realização do Mundial de Clubes FIFA de 2000, o Estádio teve sua capacidade reduzida para 103.022 pessoas. Depois o Maracanã voltou a ficar fechado de abril de 2005 a janeiro de 2006 para reformas para a solenidade de abertura dos Jogos Pan-americanos.

Final da Copa do Mundo 2014 - Estádio do Maracanã - Rio de Janeiro - Foto: J.P. Engelbrecht | Riotur
Final da Copa do Mundo 2014 – Estádio do Maracanã – Rio de Janeiro – Foto: J.P. Engelbrecht | Riotur

Com a reforma feita para a Copa do Mundo de 2014, o estádio passou a ter apenas um lance de arquibancadas e a capacidade de público passou a ser de 78 mil lugares. E durante a Copa do Brasil, o Estádio recebeu sete jogos, incluindo a final. Com isso, tornou-se o segundo estádio do mundo a receber duas finais de Copa – o primeiro foi o Estádio Azteca, no México.

Rio 2016 - Cerimônia de encerramento - 22/08/2016 - Foto: JP Engelbrecht | Prefeitura do Rio
Rio 2016 – Cerimônia de encerramento – 22/08/2016 – Foto: JP Engelbrecht | Prefeitura do Rio

Importante para a Copa e também para as Olimpíadas. Além das cerimônias de abertura e encerramento, o Estádio recebeu partidas finais de futebol feminino e masculino.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui