História do Maracanãzinho

História do Maracanãzinho

21 de junho de 2016 0 Por Felipe Lucena
Compartilhe

Maracanãzinho por Leandro Neumann Ciuffo

Uma das sedes das Olimpíadas deste ano, o Maracanãzinho é um templo do esporte do Rio de Janeiro e do Brasil. O histórico ginásio foi inaugurado quatro anos depois do estádio do Maracanã. Em 1954, o Maracanãzinho iniciou sua gloriosa trajetória.

Gilberto Cardoso

Apesar do popular nome, o Maracanãzinho se chama, oficialmente, Gilberto Cardoso, em homenagem ao ex-presidente do Clube de Regatas do Flamengo, que morreu após assistir a uma emocionante final de basquete na qual seu clube foi campeão no ginásio.


Com mais de meio século de tradição no mercado imobiliário do Rio de Janeiro, a Sergio Castro Imóveis sempre contribuiu para melhorias em nossa cidade, conservando o que temos de melhor

68764

Além dos clássicos cariocas de basquete e vôlei, o ginásio também foi palco de competições internacionais. Entre elas, o Campeonato Mundial de Basquete Masculino, em 1963, quando a seleção brasileira venceu os EUA por 85 x 83 e o Campeonato Mundial de Voleibol Masculino, em 1990.

Durante as décadas de 1960 e 1970, o Maracanãzinho foi, de fato, palco. No espaço foram realizados grandes eventos musicais. Um deles foi o Festival Internacional da Canção, de 1966 a 1972, quando surgiram cantores como Chico Buarque, Tom Jobim, Maria Bethânia, Caetano Veloso, Geraldo Vandré e Gilberto Gil, entre outros.

Em fevereiro de 1974, o grupo Secos & Molhados, um fenômeno musical na época, liderado por Ney Matogrosso, bateu recorde de público nacional em apresentações musicais até então. Em 1975, em pleno verão carioca, o Holiday On Ice também se apresentou no Ginásio Gilberto Cardoso”, informa a SUDERJ, que já administrou o Complexo do Maracanã.

o-cruzeiro-mar-1970-incndio-maracanzinho-copa-70-brasilia-14138-MLB146889092_2965-O

No ano 1970, o Maracanãzinho sofreu uma derrota. Um grave incêndio destruiu o revestimento termo acústico da cúpula (parte interna) do ginásio, além de causar sérios danos à sua estrutura. No ano seguinte, o espaço já estava totalmente recuperado.

bernard-brasil-uniaosovietica-1982-hipolitopereira-agenciaoglobo

Passado esse susto, o ginásio voltou a se destacar como espaço para grandes feitos esportivos. Em 1982, o Maracanãzinho sediou o primeiro Mundialito de Vôlei, consagrando internacionalmente Bernard Rajzman, que executou pela primeira vez o saque “Jornada nas Estrelas”, contribuindo para a vitória sobre a poderosa União Soviética, por 3 x 2.

Ginásio do Maracanãzinho

As décadas passaram e nos anos 2000, o Maracanãzinho foi fechado para uma grande reforma, visando os Jogos Pan-americanos de 2007, que foram disputados no Rio de Janeiro. No ano do Pan, Bernard repetiu o saque “Jornada nas Estrelas”, durante a reinauguração do ginásio.

275474post_foto

Em 2009 foi inaugurada a calçada da fama do Maracanãzinho. Por lá, estão eternizados, entre outros, Gustavo Kuerten (Tênis), Edwin Moses (atletismo) e Falcão (futsal).

Considerado o templo do vôlei brasileiro, o Maracanãzinho receberá as partidas dessa modalidade esportiva durante os Jogos Olímpicos deste ano. Vamos torcer para que continue dando sorte para o Brasil.

Felipe Lucena é jornalista, roteirista e escritor. Filho de nordestinos, nasceu e foi criado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Apesar da distância, sempre foi (e pretende continuar sendo) um assíduo frequentador das mais diversas regiões da Cidade Maravilhosa.


Compartilhe