Localizado em frente ao Passeio Público, o prédio do Automóvel Clube está abandonado há tempos e em total processo de deterioração. Um grupo de pessoas em situação de rua ocupou o lugar, que já passou por alguns desmoronamentos e pode ter mais situações do tipo.

Segundo o perfil Rio Antigo, “o predio histórico está em colapso e já desabou várias vezes internamente. Pessoas em situação de rua que ocupam agora o imóvel correm risco de morte caso venha a ocorrer novo desabamento. A enorme tragédia do ACB, que até agora estava limitada à grande perda para o nosso patrimônio histórico, agora pode virar uma tragédia humana. O prédio já colapsou internamente algumas vezes devido às últimas chuvas e à ausência de obras emergenciais de escoramento”.

https://www.instagram.com/p/CRPNqHgpJgY/?utm_medium=copy_link

Há pouco menos de um ano, em setembro de 2020, o DIÁRIO DO RIO publicou uma matéria com vídeo que mostra a situação interna do imóvel, que já havia tido parte do teto desmoronada.

À época, a Subsecretaria de Patrimônio Imobiliário informou que foi identificado o colapso de parte do telhado do edifício. O imóvel já foi interditado e vistoriado pela Defesa Civil municipal.

Ainda segundo a Subsecretaria, a Prefeitura e o INEPAC, órgão responsável pela tutela de tombamento do espaço, estudam a melhor maneira de resolver a situação.

O prédio abrigou o Automóvel Clube por mais de três décadas. Em 1996, por motivos financeiros, o imóvel foi alugado para a instalação do Bingo Imperial. O prédio foi leiloado no ano de 2003 sendo arrematado pelo município e desde 2004, encontra-se fechado. Porém, a construção guarda muito mais histórias centenárias em suas paredes.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui