A necessidade de ficar em quarentena como medida de proteção ao novo coronavírus e a discussão cada vez mais importante quanto à manutenção de uma alimentação saudável fez disparar a busca pelo material sobre como plantar hortas em casa, disponibilizado pela Secretaria de Estado de Agricultura. A pasta mantém, de forma gratuita, o projeto Hortas Urbanas, cujo objetivo é ensinar a montagem de pequenas hortas em residências.

“Nosso objetivo é oferecer as informações necessárias para que todos possam cultivar alguns alimentos em casa, em pequenos espaços e a um custo baixo. Queremos mostrar que é possível cultivar essas mudas e ter uma alimentação saudável”, explicou o secretário de Agricultura, Marcelo Queiroz.

Alguns alimentos se adaptam bem e podem ser plantados em casa, em pequenos vasos, como: cenoura, beterraba, acelga, alface, rabanete, espinafre, coentro, cebolinha, morango, abobrinha, ervilha, vagem, tomate e abacate.

“Cultivar seu alimento em casa traz maior proximidade com a natureza e possibilita ter hortaliças, legumes e frutas orgânicas, sem uso de agrotóxicos e com maior valor nutricional. Com a pandemia, a preocupação com a saúde se torna mais forte e devemos aproveitar para criar bons hábitos”, explica Tatiana Novo, nutricionista da Secretaria de Agricultura.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui