Prefeito do Rio, Eduardo Paes, e secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, em reunião - Foto: Reprodução

De acordo com o secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, não procede matéria da CNN Brasil que diz que 16 hospitais públicos do Rio de Janeiro estariam com CTI para Covid lotadas. A emissora inclui o Hospital Ronaldo Gazolla, referência no tratamento da doença.

Soranz diz que basta acompanhar a ocupação de cada hospital através de um site específico criado pela Prefeitura do Rio para dar transparência nas informações sobre leitos hospitalares, o Censo Hospitalar Público. Por exemplo, o Gazola tem 85 leitos cedidos, ou seja, disponíveis para receber pacientes (como observado às 1h25m de 4/3)

A confusão pode estar na forma que se lê o censo, leitos livres são os que não tem paciente e ainda não foram liberados pra a regulação, quando são liberados após higienização e com tudo em ordem são cedidos e aparecem em azul, a partir deste momento a regulação pode enviar paciente.

De acordo com o secretário, a fila de paciente para Covid em CTI está zerada há 5 semanas, com zero pacientes aguardando.

Apesar disso, o prefeito Eduardo Paes (DEM) decidiu por medidas mais duras a partir de sexta-feira, durante uma semana estará proibida a permanência em vias e espaços públicos entre 23h e 5h, bares e restaurantes funcionarão das 6h às 17h.

4 COMENTÁRIOS

  1. Fazer o q com a populacao de rua q nao tem para onde ir e nem quer. Muitos tem casa mas preferem ficar nas calcadas . Psra a aglomeracao na Zona Sul , Barra, Lapa , passar com caminhao pipa com agua com tinta q nao sai no banho por 15 dias e molhar quem esta aglomerado. Multaro cara pintada e eles perdem o direito de atendimento hospitalar publico e privado. Agoea, quem vai impedir as festas na comunidade se o STF proibiu qualquer incursao nas mesmas ?

  2. Aproveito para lembrar: ir pra cima dos moradores de rua, e dar jeito nas aglomerações deste pessoal (todos estão sem máscaras e higiene zero), principalmente, Centro do Rio, Lapa e, Zona Sul — a hora é essa. A sugestão é que a Secretaria desta pasta seja mais eficiente.

    E Lockdowm, só se pagar todo mundo o valor real,e ressarcir os empresários para ficarem fechados.

  3. Então é a hora mais que certa para fechar tudo e marcar um golaço antes do sistema colapsar. Lockdown total com medidas duras e se preciso for mais força policial para reprimir os criminosos indo trabalhar sem autorização. Assim vidas serão salvas e a população poupada desse virus terrivel.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui