Imagem apenas ilustrativa | Foto: Mauricio Bazilio/Getty Images

Atualmente, seis hospitais federais do Rio tem 387 leitos fechados por falta de funcionários. O número faz parte de um levantamento apresentado por diretores das unidades de saúde em audiência de conciliação entre a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), presidida pela deputada Martha Rocha (PDT), e a União.

Em 25 de março, a Comissão de Saúde da Alerj ganhou na Justiça uma ação civil pública contra a União pela abertura de leitos federais para a Covid no município do Rio e recomposição ou reintegração dos profissionais da saúde dos hospitais que foram demitidos durante a pandemia.

O Estado do Rio conta com 383 pessoas na fila de espera por leitos de UTI ou enfermaria. Ou seja, no momento, temos mais leitos ociosos do que pacientes à espera de atendimento adequado. É estarrecedor, desumano“, disse a deputada Martha Rocha.

No Hospital Federal de Bonsucesso são seis leitos; no Hospital Federal dos Servidores do Estado, 108; no Hospital Federal Cardoso Fontes, 59; no Hospital Federal de Ipanema, 48; no Hospital Federal da Lagoa, 95 ; no  Instituto Nacional do Câncer, 22; no Instituto Nacional de Cardiologia, 14 e no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia, 35. O representante do Hospital do Andaraí não compareceu à audiência.

Em relação ao número de leitos bloqueados, diretores de hospitais como Inca e Cardoso Fontes alegaram que há erros na plataforma Subpav, ou seja, constam como leitos fechados camas para descanso de plantonistas, leitos de chegada, “the clinic” e de transição.

Na decisão da audiência de conciliação, a juíza Maria Amélia Senos de Carvalho, da 23ª Vara Federal, fixou prazo de 15 dias para que a União informe o total de leitos reativados a partir de 25 de março; o número de profissionais contratados desde dezembro do ano passado; se nos orçamentos de 2019 e 2020, o governo federal investiu na saúde o percentual previsto na constituição e se as dotações orçamentárias nesses exercícios foram totalmente executadas. A Comissão de Saúde da Alerj tem o mesmo prazo para incluir outros hospitais federais na ação e para se manifestar sobre a participação de sindicatos e associações de profissionais de saúde no processo.

2 COMENTÁRIOS

  1. O mundo descobriu que a culpa é do Bolsonaro…
    Lula fechou 30.000 leitos em todo o Brasil e é inocentado por um Fachínora…
    Todos os poderosos estão em crise de abstinência do dinheiro público e “inventaram” a CPI da Pandemia, como moeda de chantagem e de negociação contra o atual governo.
    Todo mundo virou inocente e a culpa do Brasil ter a história que tem, está nas costas do Bolsonaro…
    Na verdade, os muitos Judas que sempre venderam o Brasil por trinta dinheiros é que deveriam ser MALHADOS… A ferro frio… Ou postos em fila na guilhotina, se o caso for de execução em série…

  2. Cadê a imbecil e mentirosa,dizendo q Luladrão fez concurso público depois de 30 anos sem?
    Idiota,deve ter entrado num trem da alegria,sem concurso público,e ganhando muito mais q o concurso do!!!
    LULA E PT ARRASSARAM COM OS HOSPITAIS FEDERAIS!!!E o vagabundo ainda disse q o SUS estava a beira da perfeição!!!Ladrão fdp!!!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui