Foto: Mauricio Bazilio/SES

Funcionários do Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, na Zona Oeste do Rio, denunciaram o fechamento de 29 leitos do CTI e falta de sedativos para os pacientes intubados. A unidade hospitalar passa por processo de restruturação do quadro de funcionários, uma devido ao término do contrato com a Organização Social Cruz Vermelha, que será encerrado definitivamente no dia 29/04, na próxima quinta-feira.

No dia 20/04, já havia uma outra denúncia de fechamento de 20 leitos e demitiu todo o quadro de funcionários, incluindo médicos e enfermeiros na undiade hospitalar. Na ocasião, o Secretário Municipal de Saúde, Daniel Soranz, informou que os 20 leitos que estavam fechados na época, serão abertos quando uma nova organização social for contratada, o que deve ocorrer no início do mês de maio.

De acordo com denúncias recebidas e noticiadas pelo Portal G1, no dia 13/04 todos os funcionários do hospital, contratados pela Organização Social entraram em aviso prévio. No entanto, os funcionários que desejarem continuar a trabalhar na unidade terão a possibilidade de serem aproveitados pela nova empresa que será contratada.

Sobre a falta de sedativos, os profissionais explicam que a rotina do paciente fica mais dolorosa e suas chances de sobreviver diminuem. Em entrevista ao Portal G1, uma profissional, que preferiu não se identificar, diz que orientação é para diluir as sedações.

“Eu simplesmente vejo pessoas morrendo por falta de sedação, eu simplesmente vejo pessoas sendo contidas no leito lúcidas, orientadas e intubadas por falta de sedação. Estão contidas no leito feito bicho, são seres humanos que eu exijo respeito”, destacou a funcionária.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui