Hospital da UFRJ fechará leitos e demitirá mais de 400 funcionários até o fim de setembro

Os cancelamentos acontecem devido ao fim da verba suplementar do Ministério da Saúde; o Hospital Universitário é o maior do Rio em volume de consultas, por dia são realizados 800 atendimentos ambulatoriais e 20 cirurgias

Foto: Divulgação/ Coordcom/UFRJ

Hospital Clementino Fraga Filho, administrado pela UFRJ (HUCFF/UFRJ), na Ilha do Fundão, na Zona Norte, fechará 84 leitos e cerca de 450 profissionais terão os contratos cancelados até setembro deste ano.

No auge da pandemia do Corona Vírus, o hospital chegou a ter 310 leitos ativos graças à verba suplementar do Ministério da Saúde. Mas, com o fim desses recursos, a redução dos leitos vem acontecendo desde dezembro do ano passado.

O HU informou, ao O Dia, que “tem se organizado para que o impacto da redução do número de leitos seja o menor possível”. Já no caso dos contratos, segundo o HU, a direção-geral conseguiu um aditivo para manter os contratos desses profissionais até o fim de agosto deste ano, mas com o fim da verba suplementar, todos os contratos serão cancelados.

O Hospital Universitário da UFRJ é o maior hospital do Rio de Janeiro em volume de consultas, principalmente de ambulatórios especializados em alta complexidade. Por dia são realizados no hospital cerca de 800 atendimentos ambulatoriais e, em média, 20 cirurgias. Além de mais de 300 pesquisas em andamento.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui