Foto: Reprodução

O Hospital Federal da Lagoa passará a ser administrado pelo governo estadual do Rio. É o que afirmou o governador em exercício Cláudio Castro (PSC) em reunião na última terça-feira (23/03) em Brasília com o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e o Secretário de Estado de Saúde do Rio, Carlos Alberto Chaves.

Com a medida, o hospital será o primeiro a ser estadualizado. A modificação na administração do hospital terá validade de 6 meses, podendo ser prorrogada, posteriormente. Atualmente, um dos principais problemas para a abertura de leitos é a contratação de funcionários para atuar na unidade.

Segundo o governador em exercício, devem ser abertos entre 300 a 450 leitos. Para isso, uma vistoria será feita no Hospital Federal da Lagoa, nesta quarta-feira (24/03), para que a estrutura seja analisada. Cláudio Castro espera que o processo seja oficializado e assinado na próxima sexta-feira (26/03).

Cláudio Castro ainda disse que deverá estadualizar outros hospitais federais aos poucos ou compartilhar a administração com o governo federal. A ideia do governador em exercício, é abrir leitos em nove em hospitais federais do Rio, que estão parados.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

6 COMENTÁRIOS

  1. Quase metade dos leitos da rede federal no RJ está inativa, aponta TCU…

    Agora Bolsonaro joga para o RJ segurar mais essa conta de administração de um hospital… Quantos mais (Bolsonaro) vai desovar no Estado (???)

  2. Curioso que o Estado do RJ não estava falido (??) Não integra o Plano de Recuperação Fiscal(??) Não quis renovar até 2022 – e assim penalizar os servidores sem reajuste inflacionário (exceto da Segurança, como sempre)

  3. Genocida é o Bolsonaro que como vimos ignorou a Pandemia.
    Colocou o Mandeta (originalmente) para sucatear a Saúde Pública
    Seguir o modelo norte-americano sugerido por Guedes
    Com isso, a população teria que contratar e andar com seguro saúde em dia.

  4. Durante os 15 anos de Luladrão e Dilmanta,hospitais federais foram sendo sucateados……muuuuitas alas de hospitais foram desativadas…..o dinheiro só jorrava para universidades federais dos cupinchas do PT,os hospitais entregues às baratas!!!
    Ao invés desses governadores,aproveitarem toooooda a infraestrutura dessas alas vazias para reativar leitos ,preferiram TORRAR o dinheiro q o governo federal disponibilizou,”construindo”hospitais de campanha(claro,q pra poder roubar mais)…….A maioria nem ficou pronta ,e os poucos q funcionaram um certo tempo à meia boca,foram desmontados!!!
    Que a PF e MP puna esses genocidas!!!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui