O Hotéis Rio (Sindicato dos Meios de Hospedagens do Município) afirmou que a expectativa para a ocupação hoteleira da cidade durante a realização do Rock in Rio 2019 são boas.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Para primeira semana, que vai de 27 a 29 de setembro, a média é de 70% de quartos ocupados. Especificamente, Barra da Tijuca e São Conrado são os destinos mais procurados, com 78% reservado.

Barra é com a gente. Block Imóveis. #VemPraBarra

Já para a segunda semana, de 3 a 6 de outubro, a previsão é de 80% de ocupação hoteleira. Os destaques são Leme e Copacabana, com 83% da procura, além de Ipanema e Leblon, com 81% da ocupação.

A pesquisa, que contemplou as principais regiões da capital fluminense, apontou ainda que a maioria dos turistas no Rio de Janeiro será de estados brasileiros. Os principais emissores são Minas Gerais, Bahia e São Paulo. De origem estrangeira, a cidade deve receber, principalmente, norte-americanos, argentinos, espanhóis, uruguaios e chilenos.

De acordo com estimativa da Empresa de Turismo do Município do Rio de Jnaeiro (Riotur), mais de 700 mil pessoas passarão pelo Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade, ao longo dos 7 dias de Rock in Rio. Desse número, ainda de acordo com a Riotur, 420 mil devem ser turistas. Por dia, serão mais de 2 mil servidores transitando pela parte interna e externa. A área do evento é de 385 mil metros quadrados.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui