A primeira pesquisa IBOPE traz uma péssima notícia para o senador Romário (Podemos) pela 1ª vez ele aparece tecnicamente empatado, tendo 14%, com Eduardo Paes (DEM) e Anthony Garotinho (PRP), ambos com 12%. Em seguida, também empatados tecnicamente, vêm o vereador Tarcísio Motta (PSOL), com 5%; o deputado federal Indio da Costa, com 3%; e Pedro Fernandes (PDT) e Márcia Tiburi (PT), cada um com 2% das intenções de voto.

André Monteiro (PRTB), Dayse Oliveira (PSTU), Marcelo Trindade (Novo) e Wilson Witzel (PSC) aparecem com 1% cada, enquanto Luiz Eugênio (PCO) não pontuou. Aqui a lista completa dos candidatos a governador do Rio de Janeiro em 2018.

A queda de Romário é mais acentuada se comparado com as pesquisas anteriores de outros institutos, apesar de metodologias diferentes, serve para termos uma base, a sequência é Pesquisa Instituto Paraná/Maio, Pesquisa Instituto Paraná Julho, Pesquisa Big Data Agosto e IBOPE Agosto:

MaioJulhoBig Data (15/8)Ibope (20/8)
Romário26,9%24,1%25%14%
Eduardo Paes14,1%15,1%19%12%
Garotinho11,6%13,5%14%12%
Indio da Costa8,8%7,2%6%3%
Wilson Witzel3,2%1,8%1%1%
Tarcísio Mota3,1%2,8%3%5%
Pedro Fernandes—–2,7%3%2%
Marcia Tiburi—-2,1%3%2%
Marcelo Trindade—-2%2%1%
André Monteiro—-—-—-1%
Dayse Oliveira—-—-—-1%
Luiz Eugênio—-—-—-1%

Não resta dúvidas que as próximas pesquisas devem mostrar uma polarização entre Eduardo Paes e Garotinho, bem, se esse não tiver sua candidatura suspensa pela Lei da Ficha Limpa. A candidatura de Romário deve continuar sangrando, ele já foi o pior do debate da Band, tem as questões éticas bem difíceis, além de afastar o eleitorado conservador graças ao 1º suplente, um comunista histórico. Finalmente, o pior candidato:

A candidatura de Indio da Costa também vai se mostrando complicada, em 5º lugar, tendo de disputar o mesmo eleitorado de Eduardo Paes, sem tempo de Tv, capilaridade, candidatos nas proporcionais fortes, talvez não sangre, mas não esperemos que saia muito desse patamar.

E Tarcisio Mota vem se mostrando a única força da esquerda no Rio, além de ter ido bem no debate da Band, muito melhor que a candidata do PT e com definição ideológica muito melhor que Pedro Fernandes do PDT, ele aparece com 5%. Tecnicamente empatado com os outros 2, que tem 2%, mas em 4º lugar.

A pesquisa não foi nada boa para os candidatos conservadores, Witzel e André Monteiro tiveram apenas 1% das intenções de voto. Muito pouco nesse começo de eleição, e somando que são desconhecidos do público e sem tempo de Tv ou apoios. E o candidato do NOVO, que vem fazendo barulho na Internet, também ficou no mesmo, 1%, esperava bem mais,

O destaque como sempre é Branco e Nulo, 35%, e Não Respondeu: 11%, daria um total de 46%. É, o jogo mostra que a maioria ainda tem potencial para surpreender.

Rejeição


Tudo sobre as eleições 2018 no Rio de Janeiro

Já no que tange rejeição, a situação é péssima para, Garotinho o candidato mais rejeitado: 55% dos eleitores declararam que não votarão nele de jeito nenhum. Em seguida aparecem Paes, com 38%; Romário, com 23%; Indio, com 18%; Tarcísio, com 12%; e Márcia Tiburi, com 11%. Pedro Fernandes e Marcelo Trindade são rejeitados por 10% do eleitorado. Luiz Eugênio tem 9% de rejeição, enquanto André Monteiro, Dayse Oliveira e Wilson Witzel têm 8% cada.

Mas, veja bem, os menos rejeitados também são os menos conhecidos.

A pesquisa foi realizada entre os dias 17 e 20 de agosto, com 1.204 eleitores em 39 municípios. O nível de confiança é de 95%, e o levantamento foi registrado no Tribunal Regional Eleitoral com o número RJ-03249/2018 e no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-00596/2018. A pesquisa foi contratada por Globo Comunicação e Participações S/A e Editora Globo S.A.

 

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui