Ilha do Japonês: um paraíso cristalino em Cabo Frio

A região repleta de história, lazer e gastronomia é um dos pontos turísticos mais belos do litoral fluminense. E para conhecer a Ilha é muito simples, confira

Foto: TripAdvisor

A Ilha do Japonês, localizada na Região dos Lagos, em Cabo Frio, é uma das maravilhas do turismo carioca. O local possui águas cristalinas, mar calmo e vegetação nativa. Além, de ser uma ótima opção para viver e colecionar boas memorias.


A região é uma das mais procuradas do litoral fluminense e também é bem pertinho da capital, o que facilita os roteiros de viagem. A ilha oferece ótimas opções de entretenimento, como passeios de caiaque, stand-up paddle, surfe e um belo mergulho em suas águas calmas.

Como chegar

Para conhecer essa perfeição da natureza de perto é muito simples, para chegar até a ilha, será necessário passar pelo bairro da Ogiva e seguir pela Rua dos Biquínis. Se estiver na região central, você deverá cruzar o canal pela Ponte Feliciano Sodré em direção ao Peró. Depois de cruzar essa região, já é possível enxergar a Ilha do Japonês. 

Você pode chegar até o local a pé durante a maré baixa, ou, se preferir, pode pagar uma taxa de R$ 5,00 para fazer a travessia de barco.

O que fazer na Ilha

A prática de esportes aquáticos é muito procurada pelos visitantes e para quem gosta de aventura basta procurar pelos passeios de stand-up paddle ou de caiaque. No local, é possível alugar equipamentos de empresas para curtir as aventuras em segurança.

Já para quem ama fazer uma boquinha e conhecer um pouco mais das histórias do Rio e Brasil, irá adorar conhecer o Bairro Passagem, repleto de construções portuguesas, com casas coloniais e vielas estreitas e coloridas, que remetem a histórica cidade de Paraty, no Rio de Janeiro.

Além de história, o Bairro da Passagem também é um verdadeiro centro gastronômico com muitos restaurantes, música ao vivo e menus deliciosos.

Pousadas

A Ilha do Japonês pode ser visita em apenas um dia ou em muitos outros. Depende da preferencia do visitante.

Para aquelas que querem acordar com o ar fresco do Japonês, basta se hospedar em uma das inúmeras pousadas da região.

A ilha tem de tudo um pouco para refrescar sua mente e alma.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Infelizmente esse lugar é apenas fotogênico. Apertado, não tem faixa de areia e a profundidade da água é pífia. Não perca seu tempo, vá para a praia das Conchas. E se a procura for por tranquilidade para os pequenos, vá para a praia do forte, ao lado do forte São Mateus é uma piscina sem ondas o ano todo.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui