Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

Empreendedores já podem fazer sua inscrição no Programa Brasil Mais. A iniciativa da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, do Ministério da Economia, em parceria com o Sebrae, Senai e ABDI oferecerá apoio técnico e consultorias para as empresas até dezembro de 2022. No Rio de Janeiro, o projeto terá início em fevereiro de 2021, com o objetivo de aumentar a produtividade, a competitividade e o lucro dos pequenos negócios. Para participar basta se inscrever aqui.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

A meta do programa é atender 3150 micro e pequenas empresas no Rio de Janeiro até o final de 2022. Durante a iniciativa, o empreendedor terá acesso a novas metodologias com foco na promoção de melhorias rápidas, de baixo custo e de alto impacto, de acompanhamento contínuo e consultorias especializadas. O Brasil Mais terá ações em dois eixos principais: melhores práticas produtivas, disponível para a indústria, e melhores práticas gerenciais e produtivas, voltado para as micro e pequenas empresas de todos os setores.

O programa se baseia em quatro pilares: problema, solução, implantação e avaliação. Até o final de 2022, o Sebrae atenderá mais de três mil empresas no estado, promovendo o aperfeiçoamento personalizado das habilidades e práticas gerenciais dos pequenos negócios. Oferecemos todo o suporte para que essas empresas consigam aumentar sua produtividade em no mínimo 10%”, reforça Mariangela Rosseto, coordenadora do Comércio e Serviços do Sebrae Rio.

Programa Brasil Mais

Ao se cadastrar no Programa Brasil Mais, a empresa escolhe em qual dos eixos tem interesse em ser atendida, responde um questionário de autodiagnóstico para avaliar o seu grau de maturidade de produção ou gestão e é encaminhada para o atendimento por um dos parceiros do programa: Sebrae, responsável pelo eixo gerencial e produtivo dos pequenos negócios voltados para o comércio e serviço, ou Senai, que promoverá a melhoria de processos produtivos em micro, pequenas e médias indústrias.

As empresas que ingressarem no Brasil Mais terão acompanhamento dos Agentes Locais de Inovação (ALI) do Sebrae, na modalidade de Melhores Práticas Gerenciais, ou de mentores do Senai, na modalidade de Melhores Práticas Produtivas. A empresa pode optar por ter consultorias especializadas adicionais.

A plataforma oferecerá, de forma aberta e gratuita, diversos conteúdos digitais como manuais de melhores práticas produtivas e gerenciais, e-books, podcasts, links para cursos de capacitação, ferramentas de autodiagnóstico para avaliação de maturidade das empresas relacionadas a práticas produtivas, gerenciais e digitais.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui