Foto: Pixabay

Com o objetivo de dar visibilidade às regiões cafeicultoras no Estado do Rio de Janeiro e incentivar a adesão dos produtores à produção de cafés de qualidade, a ASCARJ (Associação dos Cafeicultores do Estado do Rio de Janeiro), em parceria com o Sebrae Rio, a Secretaria de Estado de Agricultura (Seappa) e a Emater-Rio, promovem o V Concurso de Cafés Especiais do Rio de Janeiro. As inscrições são gratuitas e vão até o dia 27 de outubro e podem ser realizadas pelo site: https://ascarj.com.br/v-concurso-de-cafes-especiais-do-estado-do-rio-de-janeiro/

O concurso visa agregar valor aos cafés premiados, permitindo a conquista de novos mercados, consequentemente, a sustentabilidade da cadeia produtiva e o fortalecimento de todo setor.

O nosso estado ganha muita visibilidade quando o assunto é café. A qualidade dos nossos cafés é destaque em todo país. E, isso só é possível graças ao trabalho da Secretaria de Estado de Agricultura, junto com as suas vinculadas, Emater e Pesagro. Com o concurso evidenciamos a atividade, que já vem sendo estimulada por meio do nosso programa da pasta, o Agrofundo, para fomentar ainda mais a produção”, ressalta o secretário de Agricultura, Marcelo Queiroz.

Poderão se inscrever no concurso produtores de café da espécie Coffea arabica de todo Estado do Rio de Janeiro na safra 2021. Poderão participar, também, produtores meeiros ou parceiros, limitados a 03 de cada propriedade, mediante informação do número de DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf) ou do número da Inscrição Estadual do proprietário da fazenda onde produz.

Qualidade do Café

Há mais de 10 anos a Emater-Rio vem trabalhando com os produtores na busca pela melhor qualidade do café. Essas ações vão desde a escolha da planta que será cultivada, passando pelo plantio, colheita, pós-colheita e chega a comercialização, tudo usando o que há de mais tecnológico na produção de cafés no Mundo.

A Emater-Rio conta com uma Q-Grader certificada e credenciada pelo Coffee Quality Institute (CQI). Essa profissional está qualificando técnicos da Emater-Rio e produtores rurais para que a qualidade do café do estado do Rio de Janeiro continue crescendo.

A Emater-Rio está empenhada para a valorização dos cafés do Rio de Janeiro, trabalhando com capacitação e elaboração de trabalhos técnicos que possam levar ao aumento da qualidade do café. Muitas práticas de cultivo estão sendo aprimoradas, visando a produção sustentável, além disso há foco no desenvolvimento de tecnologias para a colheita e o pós-colheita buscando garantir a qualidade do café. Neste ponto, a aceitação do produtor às novas práticas é fundamental. Eles têm uma dedicação para manter todos os processos e chegar a qualidade do café”, afirmou o presidente da Emater-Rio, Marcelo Monteiro da Costa.

Cada produtor poderá inscrever apenas 01 (uma) amostra de café natural e/ou 01 (uma) amostra de café processado por via úmida, estando essas inscrições vinculadas a sua Inscrição Estadual e/ou DAP. As amostras deverão ser da safra 2021. O lote deverá ser processado de maneira convencional, sem adição de qualquer produto que altere ou modifique as características próprias do café. Todos os lotes estarão sujeitos à análise química e, se encontradas alterações, serão recusados.

Premiação e Leilão

A etapa final do concurso será realizada no Palácio Guanabara, no dia 04 de dezembro. Os 10 primeiros colocados receberão um certificado com a pontuação e as características sensoriais do café. Os primeiros lugares recebem certificado e uma placa.

Os negócios que se estruturam para oferecer aos clientes experiências exclusivas e diversificadas têm tido ótimos retornos. Quem consegue despertar e manter o interesse com qualidade, prospera. Essa é uma grande oportunidade, não apenas para participar de um concurso e obter uma premiação, mas de venda e demonstração do café para compradores qualificados”, salientou o diretor de Desenvolvimento do Sebrae Rio, Sergio Malta.

Serão convidados pela Comissão Organizadora, para participar do leilão dos 10 melhores cafés do estado do Rio de Janeiro, compradores de cafés, torrefadoras, baristas e cafeterias interessados em cafés especiais produzidos no Estado do Rio de Janeiro. No local do leilão terá uma estrutura para degustação às cegas dos compradores, que farão os lances de compra dos lotes, sob a orientação da Comissão Julgadora.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui