Jackson: Um Pedro no sapato de Eduardo

Jackson Vasconcellos elogia o trabalho de Pedro Duarte como oposição a Eduardo Paes e que Duarte deveria ser um exemplo para o Novo

Pedro Duarte - Foto: Divulgação/Câmara dos Vereadores

Pedro Duarte é o vereador. Eduardo Paes, o prefeito. Pedro atua como se fosse uma bancada de oposição, apesar de, na arte de se opor a Eduardo, estar sozinho

Quem conhece Eduardo, o prefeito, sabe que as atitudes de Pedro, o vereador, o irritam, porque ele não convive bem com pessoas que não o elogiam, que não o bajulam. Eduardo detesta a crítica. Odeia! Algumas vezes até suporta os críticos, quando neles tem algum interesse momentâneo. Mas, resolvido o interesse, os despreza. Os esquece, para relembrar quando deles precisar novamente. Para Eduardo cada pessoa tem utilidade e depois disso, deixa de existir.

Pedro, o vereador, é incansável. Está sempre com o olhar atento para qualquer movimento de Eduardo. Quando Eduardo erra, lá vem Pedro para exigir que Eduardo volte ao prumo. Mas, Eduardo é teimoso como uma mula e com essa teimosia, santo Deus! Ele cria problemas para uma porção de gente. Eduardo tem a aptidão dos mágicos, que chamam a atenção das pessoas para aquilo que elas podem ver, com o objetivo de evitar que elas enxerguem o que precisam enxergar.

Pedro, o vereador, é jovem e tem energia. Por isso, faz outras coisas – muitas outras – além de aborrecer Eduardo e tentar endireitar o que Eduardo faz torto. Pedro propõe. Pedro formula. Pedro articula para que seus projetos sejam leis. Pedro até lembra um pouco o Eduardo nos tempos dele na Câmara Municipal, quando ele trabalhava bastante e só não tinha o serviço de fiscalizar o Prefeito, porque, o prefeito daquele tempo, Cesar Maia, dava a vida pelo Eduardo. E, se pensarmos bem, dá até hoje. Cesar agora é colega do Pedro.

Eduardo, Cesar Maia e Pedro seguem assim. Cada um a cumprir o seu papel, um de ser aborrecido, o outro de ser indiferente e o outro mais, a sina de se aborrecer.

Mas, não demora muito, porque dois anos passam rápido, eles estarão de volta aos eleitores para pedir-lhes o voto de confirmação. Será o momento mais difícil para Pedro e, quem sabe, fácil para Eduardo e Cesar. Eduardo sabe como fazer para que a máquina lhe dê retorno. E sabe também – e muito bem – como criar problemas para quem dificultou a sua vida. Pedro é um deles.

Eduardo, a exemplo de outros prefeitos – outros muitos – manipula bem os cargos que nomeia, as obras que faz nos bairros, os afagos que agrada os aliados em campanha. E sabe trocar o sinal disso tudo, na direção de quem o incomoda. Pedro, quando disputar a reeleição, sentirá o peso da mão de Eduardo. Como agirá Pedro, o vereador, para enfrentar Eduardo, o Prefeito, no tempo mais relevante do mandato dos dois, quando eles dependerão dos eleitores para continuar? Com quem Eduardo, o prefeito, contará para evitar que Pedro, o vereador, permaneça como o fiscal que incomoda? Com quem Pedro poderá contar para frear Eduardo?

Uma dica para Pedro: o partido dele (Novo) pode ser, desde já, importante aliado. Eu tenho percebido que Pedro Duarte faz bastante pelo partido dele. Estou enganado?

E o partido do Pedro Duarte, como pensa ajudá-lo no tempo certo em que ele enfrentará a máquina de Eduardo Paes? É cedo para isso? Digo-lhes que não é.

O que faz Eduardo Paes para merecer as críticas e a ação do Pedro Duarte deveria estar na campanha dos candidatos do partido Novo – deputados federais, estaduais, candidato ao Senado e, principalmente, do candidato ao governo do estado, Paulo Ganime. De todos que disputam votos na cidade do Rio de Janeiro. Não está. Vê-se a campanha do NOVO mais centrada nos exemplos do governador Zema, de Minas Gerais, e do prefeito de Joinville, Adriano Silva.

Para o NOVO, o trabalho do Pedro Duarte não tem sido uma credencial. Ainda é tempo.

Este é um artigo de Opinião e não reflete, necessariamente, a opinião do DIÁRIO DO RIO.

Advertisement

4 COMENTÁRIOS

  1. O partido que já nasceu velho… igual aos outros… Amoedo é pseudo ditador… no entanto, que está judicializada a presidência do partido kkkkkk

  2. Dou razão a overeador.Pergunta,que não quer calar.Porque o Prefeito, não agiu em favor do Terminal de ônibus proximo a Rodoviária?Teve 2. mandatos e,nada fez. O terminal servia aos passageiros da linha.municipal.a 80 anos.Anunciou de um dia para outro,e,5 dias depois,
    a Cury já hav,ia retirado a cobertura ,e nós passageiros ficamos na rua para esperar o ônibus.Ele não se engane,as próximas eleições vem aí.Nos aguarde!!!!??

  3. Pedro Duarte é o melhor vereador do Rio.
    Íntegro, apesar de primeiro mandato não se intimidou com o poder, não se misturou com o poder, não se deslumbrou com o Poder. Faz seu papel sem agredir, fiscaliza, formula e combate não apenas a ineficiência do executivo como também traz soluções inteligentes. Não entra em debate estupido que não seja de interesse da sociedade. Precisamos olhar para as pessoas e menos para os partidos. O que nos leva adiante são nossos valores, nossos ideias e nossa competência. Pedro tem tudo isso. O melhor vereador do Rio, provavelmente do Estado e quem sabe do Brasil.

  4. Bom dia e aumento dos funcionários vereador pode nos ajuda.dificil com prefeito Eduardo .estamos passando fome nos os funcionários 8anos sem reajuste de salário. Um absurdo.nas eleições o cara prometeu mas até agora nada.obrigado 999070838 Lucas zap

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui