Os vereadores da cidade do Rio de Janeiro aprovaram na tarde desta quinta, 16/09, um Projeto de Lei, de autoria do vereador Jorge Felippe (DEM), que homenageia o cineasta e ator Jose Mojica Marins, mais conhecido como Zé do Caixão, dando o nome a um logradouro no município do Rio de Janeiro.

O projeto de lei foi aprovado em segunda discussão e segue para sanção do prefeito. “José Mojica foi um grande ícone do cinema nacional e teve uma importância indescritível no desenvolvimento da cultura brasileira”, defendeu o autor do Projeto, vereador Jorge Felippe.

José Mojica Marins, o conhecido Zé do Caixão, foi um ator, diretor, roteirista e produtor do cinema nacional, sendo reconhecido de forma unânime como pai do terror nacional.
Em sua prolífica carreira de mais de 30 filmes dirigidos entre 1960 e 2015 desbravou o até então pouco explorado ramo de filmes de terror e criou o personagem que marcaria toda a sua carreira, o Zé do Caixão, inspirado no clássico Drácula, que apareceu pela 1ª vez no premiado filme “À meia noite levarei sua alma” e marcaria não só toda a sua carreira como passaria a se tornar referência em todo Cinema Nacional.

Após isso, atingiu grande fama nacional quando na década de 90 passou a apresentar uma sessão semanal de filmes de filmes de terror “trash”, o Cine Trash, na Rede Bandeirantes de Televisão.

Já na parte final de sua carreira, outro filme que seria bastante premiado foi lançado em 2008: “Encarnação do Demônio”.

Por toda a sua obra ligada ao terror, ao suspense e à morte, foi homenageado em 2011 no desfile da Unidos da Tijuca na última alegoria, que representava justamente o cinema nacional de terror e levava o nome inspirado em seu maior sucesso “Esta Noite Levarei sua Alma”, tendo sido destaque do carro que encerrava o desfile.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui