Foto Cleomir Tavares / Diario do Rio

A jovem Stefany Ávila, de 20 anos, afirma que caiu e quebrou o braço e dois dentes durante uma discussão com seguranças no Hospital Pedro II, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio. O caso ocorreu na madrugada de quinta-feira (20/05) e foi registrado na 36ª DP (Santa Cruz).

Ela relatou que chegou ao centro médico com falta de ar e, como não conseguia falar, tentou entrar com o pai, mas foi informada pelos seguranças que ele não poderia acompanhar o atendimento.

De acordo com a jovem, os seguranças disseram que somente um médico poderia autorizar a entrada.

Mesmo assim o pai resolveu acompanhar a filha no hospital. Os seguranças tentaram impedir e teve início uma briga.

“Os seguranças foram atrás da gente, puxou o meu pai pelo braço, encurralou ele, e eu entrei em desespero achando que ia acontecer alguma coisa com ele e fui tentar defender ele. Não agredi, mas fui pra cima do segurança pra tentar apartar, tirar eles dois. Porque eram dois seguranças e meu pai sozinho. Eles continuaram. Eu pedindo pra ele parar, parar e deixar ele entrar comigo. Eu sei que eu caí no chão, foi uma porrada muito feia, portando eu quebrei o meu braço e quebrei dois dentes meus, da frente”, conta Stefany.

Stefany Ávila diz que foi agredida após procurar atendimento no Hospital Pedro II, no Rio — Foto: Reprodução/TV Globo

O pai da jovem disse que a filha só foi atendida depois que a polícia chegou.

“Ela só foi atendida depois que a viatura chegou, pra passar pelo médico. Fomos, fizemos o procedimento, certo, passou pelo médico, fomos fazer a ocorrência na delegacia, sendo que o agressor tava lá e o polícia não prendeu ele em flagrante”.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a direção do Hospital Pedro II informou que está acompanhando a investigação e quer esclarecer os fatos.

A secretaria informou ainda que o segurança envolvido na briga foi afastado de todo o contato com público.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui