Foto: TV Globo

Adolescentes da Maré, na Zona Norte do Rio, fizeram uma cartilha para orientar a ação da polícia em dias de operações na comunidade. O documento contém 17 recomendações aos agentes de segurança.

Entre as sugestões, estão: “Não xingar e não bater nos moradores”, “Não mandar helicópteros atirar aleatoriamente” e “Não forjar situações colocando armas nas mãos de moradores baleados “.

Os autores têm entre 11 e 15 anos e fazem parte do Projeto Uerê. Eles fizeram 17 sugestões em resposta a uma cartilha anunciada pelo governador Wilson Witzel (PSC) na segunda-feira (23/09)

Segundo o governador, o documento vai fazer recomendações para moradores de favela de como proceder em dias de operações. Por isso, os jovens idealizaram esta “contracartilha”.

As informações são do portal de notícias G1

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui