Juiz do Trabalho obriga Supermercado Mundial a fornecer álcool gel e máscaras a funcionários

Mundial é obrigado pela justiça a fornecer álcool gel e máscaras aos seus empregados, e a mandar pra casa os do grupo de risco.

A decisão é do Juiz da 64a. Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, Marcelo Raffaele. O sindicato dos comerciários processou a rede de supermercados carioca por não estar fornecendo proteção aos empregados de suas lojas, espalhadas pela cidade. Os advogados do sindicato apresentaram ao juiz fotografias revelando que a rede de mercados estaria obrigando seus empregados a trabalhar, sem fornecer máscaras, luvas ou álcool em gel.

Segundo o juiz, a liminar foi necessária porque “o risco da demora é evidente pela situação atual, havendo perigo de contaminação de trabalhadores se não adotadas as medidas determinadas pelo Poder Público”.

Na mesma decisão, Raffaele obriga o Mundial a manter os trabalhadores maiores de 60 anos, hipertensos e diabéticos, em casa, “assegurado o recebimento dos salários”. O magistrado fixou uma multa de 5000 reais por dia e por loja, para o Mundial, caso descumpra a decisão.

Advertisement

5 COMENTÁRIOS

  1. Sempre o Mundial, não oferece muitas opções de pagamento, inclusive pagamento por cartão alimentação por meio do Rappi, a alguna anos atrás, tambem.teve problemas com questões de horas extras e pagamento do domingo.
    Pessoas deveriam deixar de frequentar esses estabelecimentos, pena que assim também quem acaba prejudicado é o trabalhador que lá está.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui