A deputada federal Flordelis dos Santos de Souza (PSD), será julgada hoje pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), que é suspeita de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson Carmo, em 2019. O recurso pede a perda das funções públicas, para que a parlamentar não possa atuar e com isso, atrapalhar as investigações do processo.

De acordo o Ministério Público, Flordelis deve ser afastada do cargo até o fim da primeira fase processual, momento em que a Justiça decide se ela deverá ir à júri popular ou não. O julgamento será realizado pela 2ª Câmara Criminal do TJRJ de forma virtual.

Além de Flordelis, são acusados mais 10 integrantes da família deputada por homicídio. O caso do assassinato do pastor Anderson Carmo também será julgado, nesta terça, em Brasília, pelo Conselho de Ética.

A ação foi movida pelo Ministério Público, que ingressou com o recurso no sentido estrito, depois que o juízo da 3ª Vara Criminal de Niterói negou o pedido da perda do mandato da deputada, disse que não havia indício de que os delitos imputados à Flordelis tinham relação com o exercício do mandato. Por este motivo, não haveria necessidade do afastamento da deputada da função pública.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Vanessa Costa
Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui