Economia

Junta Comercial do RJ bate recorde histórico de abertura de empresas

Compartilhar

A Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja) fechou o primeiro semestre de 2022 com um recorde histórico em seus 214 anos de existência: registrou a abertura de 34.665 empresas. O número representa um aumento de 9,8% em relação aos negócios abertos nos primeiros seis meses de 2021, quando foram registradas 31.582 novas empresas no estado.

A marca foi alcançada depois de mais um recorde histórico no mês de junho: 6.006 aberturas de empresas, número 5,3% maior que o do mesmo mês em 2021, que totalizou 5.699 novos negócios constituídos na Jucerja, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais.

“A abertura de novas empresas é um indicativo de que a economia do estado está crescendo em função do ambiente de negócios estável e juridicamente seguro”, disse o governador Cláudio Castro (PL).

Os meses de janeiro (5.112), fevereiro (6.066), abril (5.209) e maio (6.442) também registraram os maiores recordes de todos os tempos na abertura de empresas. Já em março, a marca foi a segunda melhor da história: 5.809 negócios abertos. Os números foram atualizados de acordo com os processos que estavam em exigência na época em que foram divulgados.

Seguimos na nossa meta de simplificar, desburocratizar, agilizar e modernizar a máquina pública, facilitando a vida dos empresários fluminenses. Tudo indica que chegaremos a um novo recorde histórico de aberturas de empresas no final deste ano, superando a marca de 2021“, afirmou o presidente da Jucerja, Sérgio Romay, lembrando que no ano passado foram contabilizadas 72.894 constituições, melhor marca de todos os tempos.

Redação Diário do Rio

Quem ama o Rio lê

Ver comentários

  • Mentira.
    Eu tenho uma sala no Ed. Avenida Central, que aparece na foto.
    Alugada para um sujeito que não me paga há 3 meses.
    Eu pago o condomínio de lá, que é altíssimo, e o inquilino não me paga nada.
    O Rio está uma grande M.

  • Vamos ver quantas completaram 1 ano de vida ou mais , porque vivemos eras um pouco complicadas , Uma ideia porque não divulgar o numero de fechamento de empresas no estado e cidade ?