Na última quarta-feira, a Justiça do Rio determinou que a Igreja liderada por Silas Malafaia, a Assembleia de Deus Vitória em Cristo, não realize cultos durante a pandemia de Covid-19.

A decisão é do desembargador Agostinho Teixeira, do Tribunal de Justiça do RJ, que acolheu recurso do Ministério Público. Em caso de descumprimento, a igreja pode ser multada em R$ 10 mil.

A ação é um desdobramento de um pedido do Ministério Público, no mês passado, para que templos religiosos se abstivessem de promover cultos durante a pandemia. Na ocasião, o juiz Marcello de Sá Baptista rejeitou, e o Ministério Público recorreu.

Recentemente, Malafia postou um vídeo em sua conta no Twitter se posicionando contra as medidas de isolamento social, recomendada pelos órgãos de saúde. A rede social excluiu a filmagem.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui