Foto: Hermes de Paula

A Justiça do Rio de Janeiro decidiu nesta segunda-feira (25/05) que a prefeitura de Duque de Caxias suspenda o decreto de reabertura do comércio no município da Baixada Fluminense. Diante da ação civil ajuizada pela Defensoria Pública estadual, a cidade deve cumprir ações de isolamento e distanciamento social necessárias ao enfrentamento da Covid-19, sob pena de multa diária de R$ 10 mil a ser imposta pessoalmente ao prefeito Washington Reis. A prefeitura ainda não informou se vai recorrer dessa decisão.

De acordo com o último boletim divulgado pela Secretária Estadual de Saúde neste domingo (24/05), Duque Caxias é segunda cidade do estado com mais mortes provocadas pelo Coronavírus. São, ao todo, 182 vítimas fatais, atrás somente da Capital Fluminense. O número de infectados é o quarto maior do Rio de Janeiro, 1.184.

A decisão é da juíza Elizabeth Maria Saad, da 3ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ). A magistrada aponta a suspensão do decreto até a apresentação, no prazo de 48 horas, de “laudo técnico contrário às evidências científicas postas nacional e internacionalmente demostrando à população que o ato municipal não implica em risco à saúde pública e maior impacto social.”

Ainda segundo a determinação, Caxias deve promover, imediatamente, campanhas de informação a respeito de formas de transmissão e prevenção da doença. O comércio tinha reaberto após um novo protocolo durante a pandemia. Washington Reis, que foi diagnosticado com a doença em abril, assumiu que a responsabilidade por essa flexibilização será sua, caso aumente o número de casos.

A responsabilidade é toda minha como prefeito. Também tenho responsabilidade com a arrecadação, que caiu pela metade. Se em junho eu não tiver arrecadação para pagar os médicos, não vamos ter médico. Estou fazendo com muita responsabilidade. Agora, o problema é meu de responsabilidade, mas o problema é nosso enquanto população. A população está consciente, os comerciantes estão conscientes. O comerciante que não colaborar será lacrado e perderá o alvará. Chamamos as pessoas para responsabilidade — explicou.

4 COMENTÁRIOS

  1. Mais uma vez a dita “justiça” vem contra a população, empresários e a prefeitura.
    Eles estão contribuindo com seus enormes salários com seus penduricalhos que duplicam seus salários, que lembrando, são pagos por todos nós.
    Saiam de suas “mansões” e juntem-se ao povo que só vem sofrendo nesse “Lockdown”!!!

  2. Todos os prefeitos e governadores deverão fazer o mesmo, mandar reabrir e esperar a justiça mandar fechar, depois, nas eleições, quando forem reclamar que estão com salários atrasados ou desempregados ele simplesmente botará a culpa na juíza que mandou fechar tudo. Simples assim, famoso “TIRANDO O MEU DA RETA”. Tem que ser muito lesado para achar que o prefeito se deu mal. Era exatamente isso que ele queria.

  3. Bem feito pro prefeito Batoré!
    Vê se ele ficou em algum hospital de D.Caxias quando ficou coronado?
    Correu logo para o Pró- cardíaco na zona sul… Hipócritinha.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui