Equipe de campanha da Delegada Martha Rocha realizou pedido com urgência

A juíza Regina Chuquer, da 23ª Zona Eleitoral determinou que o Instituto Ibope modifique o questionário de sua próxima pesquisa de opinião sobre as eleições cariocas, para incluir entre as simulações de um eventual segundo turno com o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM), as candidatas delegada Martha Rocha (PDT) e Benedita da Silva (PT). 



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Embora as duas candidatas estejam tecnicamente empatadas com o prefeito Marcelo Crivella na segunda posição na preferência dos eleitores, o questionário registrado pelo instituto no Tribunal Superior Eleitoral na última sexta-feira (23/10) indicou apenas o atual prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) como um possível adversário de Paes num eventual segundo turno, contradizendo os resultados de suas próprias pesquisas. Em outra pesquisa, o instituto já havia omitido os nomes de Martha e Benedita, em suas simulações.

Acolho o pedido para que o Ibope coloque no questionário a ser apresentado ao contingente de pesquisados a opção de segundo turno que contemple as três situações possíveis, até então: Paes X Crivella; Paes X Martha Rocha; Paes X Benedita, inutilizando o questionário anterior. Intime-se o Presidente do Ibope para dar cumprimento à determinação judicial, sob pena de suspensão de divulgação da pesquisa e, se necessário, imposição de multa”, afirma a sentença liminar da juíza Regina Chuquer.

Segundo a magistrada, o processo eleitoral deve garantir o princípio da isonomia entre os candidatos:
O princípio do Estado democrático de direito, em contínua construção, deve prezar pela igualdade de tratamento a todos que se encontram em igualdade de condições jurídicas.”

A representação com pedido de urgência, foi feita pela campanha da delegada Martha Rocha. A delegada está empatada tecnicamente com Crivella e Benedita. No entanto, na pesquisa divulgada no último dia 15, ao simular como seria a disputa em um eventual segundo turno, o Ibope considerou apenas o atual prefeito, ignorando que Martha e Benedita também teriam chances de disputar um novo pleito. 

Em sua representação na Justiça Eleitoral, os advogados Vânia Aieta e Marcelo Weick denunciaram que a próxima pesquisa do Ibope, registrada na última sexta-feira (23/10) e que será divulgada no próximo dia 30, quinze dias antes das eleições, repete a mesma irregularidade. Segundo eles, a divulgação parcial poderia influenciar o voto dos eleitores.

 “No instante em que o instituto de pesquisa promovido decide fazer apenas uma simulação de segundo turno (Paes X Crivella), quando há um empate técnico na segunda colocação (Crivella, Martha e Benedita), o instituto de pesquisa simplesmente faz uma seleção tendenciosa e injustificada, quebrando a regra de isonomia que deve nortear todo o processo eleitoral, principalmente a colheita e divulgação de opinião pública eleitoral, com forte influência da opção final do eleitor nas urnas”, justificaram Vania Aieta e Marcelo Weick no pedido.

Ainda segundo os advogados, ao pinçar apenas o nome de Marcelo Crivella para simular os resultados de um eventual segundo turno, o instituto de pesquisa “tenta induzir o eleitor que o segundo turno será inevitavelmente entre os dois citados candidatos, quando os dados coletados pelo próprio instituto dizem diferente“.

Na representação, os advogados anexaram como provas os resultados da última pesquisa do DataFolha em que, na simulação para um eventual segundo turno, a delegada Martha Rocha aparece como a única candidata capaz de vencer Paes, por 45% a 41% dos votos. 

Com a decisão da Justiça, o Ibope terá 24 horas para substituir o questionário registrado no TSE para incluir os nomes dos três candidatos tecnicamente empatados em segundo lugar nas pesquisas.

5 COMENTÁRIOS

  1. Esse Ibope, heim?!A Justiça Eleitoral está correta. Que os candidatos sejam levados em conta nas pesquisas, independente de quem seja. Esse é o jogo democrático!!

  2. Sejamos honestos a eficiência da delegada na época do Cabral deixa muito a desejar… é triste mas os casos de estupro, de violência aumentaram consideravelmente. Ai me pergunto como uma pessoa sem saber o que é eficiência poderia conseguir colocar o Rio no eixo de novo? Duvido! Fica se vangloriando como delegada e tal, mas basta olhar alguns números para ver que as coisas não são como ela quer passar!

  3. HAHAHA é uma Piada essa Delegada! muito desespero, fica fazendo esses joguinhos na justiça pra chamar atenção pra ela, fica tentando enganar o povo com esse discurso manjado de segurança publica… Patética!
    essa estratégia suja do PDT ja foi usada em 2018… agora estão na mesma.. fingindo que a candidata que está em 3 lugar, ganharia num segundo turno… ridículo

  4. Esse IBOPE tem como principais clientes o PIG (Partido da Imprensa Golpista) entre os quais está a Globo, a Record, o SBT etc.
    Eu vou até mais longe e o que acho justo. A pesquisa de segundo turno deveria incluir todos os candidatos que pontuam mais de 1%. Os eleitores, assim, poderiam melhor escolher o seu candidato, entre as alternativas, para aqueles que consideram a opção do voto útil, do contrário, não deveria divulgar pesquisa nenhuma. Simplesmente ser proibido!
    Eu, por exemplo, não gostaria de jeito algum um Crivella novamente. Também preferiria evitar o ex- que em minha opinião fez uma fanfarra com o transporte público, com o BRT e linha de metrô que liga o nada a lugar nenhum, e ainda dividindo a linha 1 e 2 a mesma malha a partir da estação Estácio, por isso deixando um legado questionável além o que restou das olimpíadas exceto a revitalização do Porto (mas, claro, atendendo muito mais aos grupos privados).
    Aqueles que melhor tivesses condições de derrotar os dois é o meu voto.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui