Foto: Divulgação

Localizado, atualmente, na região do Flamengo, o Café/Restaurante Lamas, que tem quase 150 anos de história, é, de fato, um clássico carioca.

É o bar mais antigo da cidade do Rio de Janeiro.

O Lamas foi fundado no dia 4 de abril de 1874. Inicialmente situado no Largo do Machado, em 1976, mudou-se para a Rua Marquês de Abrantes – rua na qual se encontra hoje em dia – devido às obras do metrô.

Funcionando 24 horas, o Lamas reúne a boemia carioca e, durante muitos anos, foi conhecido na cidade por ser ponto de encontro de artistas, jornalistas, políticos e intelectuais. Oscar Niemeyer, Manuel Bandeira, Juscelino Kubitschek, Sérgio Buarque de Holanda, Cândido Portinari, Getúlio Vargas, Monteiro Lobato, Oswaldo Aranha, Ruy Barbosa, Machado de Assis, Olavo Bilac, Emílio de Meneses, João do Rio, foram alguns dos frequentadores.

O local é citado na música Rio Antigo (Como nos velhos tempos) de Chico Anysio e Nonato Buzar – gravada por vários cantores entre eles o próprio Chico (com participação de Mussum) e a versão mais famosa na voz da cantora Alcione.

“O Lamas é ainda uma mistura da simplicidade do carioca com a afetividade que uma boa comida brasileira sabe ter, principalmente porque é daqueles lugares que quando você passa na frente não percebe o potencial que tem”, comenta Augusto Lohmann, no site Viajar é Demais.

Com mais de meio século de tradição no mercado imobiliário do Rio de Janeiro, a Sergio Castro Imóveis – a empresa que resolve contribui para a valorização da cultura carioca

Na parte interna, o Lamas tem uma decoração tradicional, com muita madeira no mobiliário e espelhos ocupando quase todas as paredes. Os garçons usam uniformes clássicos – e a maior parte deles atendendo há décadas.

Dizem que, de tanto funcionar em esquema 24 horas, o Café Lamas teve as portas de entrada emperradas. É ou não é um clássico carioca?

1 COMENTÁRIO

  1. As histórias do Diário do Rio sempre nos remontam a nosso passado glorioso e nos mostra também, onde podemos chegar e aumentando a autoestima carioca…

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui